Simule e contrate

g1


Acompanhe o GR2 desta terça-feira (16), com apresentação de Clédiston Ancelmo AO VIVO: Assista ao GR2 Acompanhe o GR2 desta terça-feira (16), com apresentação de Clédiston Ancelmo
Segundo a polícia, operação nesta terça-feira (16) tinha como objetivo cumprir cinco mandados de busca e apreensão. A Polícia Civil prendeu seis pessoas e apreendeu dois adolescentes durante uma operação contra o tráfico de drogas em Cerquilho, no interior de São Paulo. Segundo a polícia, a operação realizada nesta terça-feira (16) tinha como objetivo cumprir cinco mandados de busca e apreensão na cidade. Durante as buscas, a equipe apreendeu drogas, embalagens, dinheiro, celulares e máquinas de cartão. Os suspeitos foram detidos, e a Polícia Civil investiga o caso. Veja mais notícias no g1 Itapetininga e Região VÍDEOS: assista às reportagens da TV TEM

Segundo os manifestantes, abastecimento de água não funciona há seis dias. Moradores do Feitosa, em Maceió, bloqueiam avenida principal do bairro em protesto contra falta d'água Adja Alvorável/g1 Moradores do bairro do Feitosa, em Maceió, bloquearam a Avenida Governador Lamenha Filho no início da noite desta terça-feira (16) em protesto contra falta d'água no bairro. Os manifestantes disseram que estão sem água há seis dias. Os dois sentidos da avenida foram bloqueados às 18h. A Polícia Militar conseguiu que um sentido da pista fosse liberado, mas até às 18h49, o outro sentido continuava bloqueado. Os moradores cobram a presença de representante da BRK para liberar totalmente a pista. “Entramos em contato com a BRK, na segunda disseram que tavam fazendo manutenção no poço. Disseram que ia normalizar no domingo, mas até agora, nada", disse o morador Edvaldo Feliciano. “Lá em casa tem recém nascido, idoso. Precisam de água. A gente tem que estar carregando do poço de um vizinho que de vez em quando deixa", contou a moradora Ágata Oliveira. Assista aos vídeos mais recentes do g1 AL Veja mais notícias da região no g1 AL

Também foram confirmados 267 casos conhecidos da doença nas últimas 24 horas. Média móvel de casos registra queda de 86,3%. Sars CoV-2, o vírus causador da Covid-19 Getty Images via BBC O Alto Tietê confirmou uma morte pela Covid-19 nesta terça-feira (16). A vítima era mulher de 16 anos de Mogi das Cruzes, segundo o levantamento realizado pelo Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê (Condemat). Assim, o óbitos pela doença na região desde o início da pandemia é de 6.025. Ainda de acordo com o levantamento, foram confirmados 267 casos conhecidos da doença nas últimas 24 horas. Com isso, o total de infecções na região desde o início da pandemia é de 213.783. MÉDIA MÓVEL: veja em que estados as mortes estão subindo, em estabilidade ou em queda A média de mortes está em 0 e estava em 1 há duas semanas. Já a média móvel de casos de Covid-19 no na região está em 53 nesta terça e estava em 389 há 14 dias, o que indica redução de 86,3% em duas semanas. Assista a mais notícias sobre o Alto Tietê

Licitação foi lançada em julho e rede levará água potável para todas as residências do bairro. Relembro o processo. Bairro Elisson Prieto, em Uberlândia Reprodução/TV Integração A ordem de serviço para execução de obras de instalação da rede de água potável do Bairro Élisson Prieto, o assentamento do Glória, foi assinada nesta terça-feira (16) pelo prefeito de Uberlândia, Odelmo Leão (PP). A assinatura ocorreu durante a cerimônia de inauguração da Unidade Básica de Saúde da Família (UBSF) “Rosa Abalem Milken”. De acordo com a Prefeitura, serão instalados mais de 16 mil metros de tubulação que vão levar água potável para todas as residências do bairro, onde vivem cerca de 2 mil famílias. “Fizemos a licitação pública e ela teve uma demanda judicial, mas superamos, foi sinalizado o ganhador e, nesta terça, autorizamos a ordem de serviço para início imediato dessa obra tão aguardada”, disse Odelmo Leão. Ainda segundo o Executivo, o investimento será de R$ 3,59 milhões oriundos do fundo especial da associação de moradores. A obra será executada pela empresa Cosam Engenharia. Licitação travada O processo licitatório ficou travado devido a uma contestação judicial apresentada por uma das empresas participantes. No entanto, foi retomado em julho após a Justiça desabilitar uma das empresas. A definição da vencedora estava marcada inicialmente para ocorrer em dezembro de 2021, mas precisou ser adiada. Uma nova data foi marcada para janeiro, o que também não ocorreu. Histórico A Cohab Minas assumiu em 2017 o processo de regularização da área que, na época, então pertencia à Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Desde então, foram realizadas diversas tratativas junto à Prefeitura, MPMG e MPF, associação de moradores, Defensoria Pública da União e universidade, que incluíram a entrega aos moradores do certificado de posse das propriedades. O convênio estabelece que o Município faça o processo licitatório para contratação dos prestadores de serviços, assumindo a fiscalização e a supervisão dos trabalhos. Já o Estado de Minas, que permanece como responsável pela regularização fundiária, repassará recursos do Fundo Especial do Triângulo do Glória (FETG) para que a Prefeitura execute a obra, além de ceder os projetos técnicos necessários ao empreendimento e fornecer o plano de trabalho e a planta urbanística cadastral final, entre outros procedimentos administrativos. A regularização fundiária urbana de interesse social do Bairro Élisson Prieto prevê desenvolvimento do traçado das vias, execução da drenagem pluvial, terraplanagem e pavimentação. Haverá ainda implementação dos sistemas de abastecimento de água e esgotamento sanitário, urbanização da Rua Geralda Francisca Borges e construção de travessia sob a BR-050. A escolha da empresa para implantar sistema de abastecimento do bairro estava marcada para dezembro de 2021, mas foi adiada para janeiro de 2022. Esta segunda data também foi adiada para análise de documentação. Em julho, a Prefeitura anunciou a retomada do processo licitatório após a Justiça destravar o trâmite. A licitação estava travada devido a uma contestação judicial apresentada por uma das empresas participantes. Initial plugin text VÍDEOS: veja tudo sobre o Triângulo, Alto Paranaíba e Noroeste de Minas a

O órgão de emergências da cidade afirmou em uma rede social que recebeu 380 ligações de pessoas assustadas com o cheiro forte e com a fumaça perto de suas casas, e por isso entendeu que era preciso esclarecer que os sinais de incêndios que ocorriam em outro país. Fogo em Orjais, em Portugal, em 16 de agosto de 2022 Patrícia de Melo Moreira/ AFP O cheiro dos grandes incêndios de Portugal chegou nesta terça-feira (16) a Madri, a capital da Espanha, disseram os serviços de emergência espanhóis. O órgão de emergências da cidade afirmou em uma rede social que recebeu 380 ligações de pessoas assustadas com o cheiro forte e com a fumaça perto de suas casas, e por isso entendeu que era preciso esclarecer que os sinais de incêndios que ocorriam em outro país. A Espanha também luta contra incêndios, mas não foram esses os que causaram o cheiro e a fumaça em Madri. Uma imagem de satélite divulgada pelo órgão de emergência mostra uma coluna de fumaça de mais de 300 quilômetros que separam o incêndio de Portugal e a capital espanhola. Os dois países combatem grandes incêndios florestais que já consumiram mais de 15 mil hectares no parque natural português Serra da Estrela, e 10 mil na província espanhola de Alicante (Valência, sudeste). O fogo de Valle d'Ebo, em Valência, começou com um raio que caiu na noite de sábado e seguia fora de controle. Se alastrou rapidamente, com a ajuda de ventos fortes, e obrigou mais de 1.500 moradores a deixarem suas casas, informou o governo regional. "A situação meteorológica é muito adversa", com fortes ventos oscilantes, e "é primordial garantir a máxima segurança às pessoas", disse o presidente da região, Ximo Puig, em declarações no Twitter. Em outro incêndio na região, entre 11 e 14 passageiros ficaram feridos, três gravemente, quando o trem em que viajavam se deparou com as chamas, segundo as autoridades locais. "Há três feridos graves por queimaduras", indicou a secretaria de Saúde do governo valenciano, especificando que um deles teve que ser transferido de helicóptero para o hospital. "Seguindo as notícias do incidente ocorrido no trem" de Valência, escreveu a ministra espanhola dos Transportes, Raquel Sánchez. Em Portugal, fortes ventos reativaram o incêndio que na semana passada afetou o parque natural Serra da Estrela, reconhecido pela Unesco e que havia sido "controlado" na noite de sexta-feira, indicou nesta terça-feira a Defesa Civil. Mais de 1.000 bombeiros foram enviados ao local para tentar acabar com este incêndio no centro do país, que já queimou mais de 15.000 hectares, segundo dados provisórios das autoridades portuguesas. A Espanha registrou 391 incêndios neste ano, alimentados por temperaturas muito altas, às vezes acima de 40ºC, e secas persistentes. De acordo com os últimos dados do Sistema Europeu de Informação sobre Incêndios Florestais (EFFIS), os incêndios queimaram mais de 270.000 hectares este ano na Espanha, o país mais afetado da Europa. Os incêndios na Espanha foram especialmente devastadores este ano, pois destruíram até agora em 2022 mais que o triplo da área queimada em todo o ano de 2021, quando 84.827 hectares arderam. Portugal registrou este ano 195 incêndios, que destruíram 84.717 hectares, segundo dados do EFFIS.

Assista diariamente ao telejornal da EPTV pela internet. EPTV 2 Campinas ao vivo Assista diariamente ao telejornal da EPTV pela internet.

Estado soma 40.675 vítimas e 2,68 milhões de casos confirmados em toda a pandemia. Fila para vacinação contra a Covid-19 em Porto Alegre Cristine Rochol/PMPA Mais 20 mortes por Covid-19 foram registradas no Rio Grande do Sul. Com a atualização desta terça-feira (16), o estado soma 40.675 vítimas da doença. A Secretaria Estadual da Saúde (SES) ainda notificou 3.359 casos de coronavírus, fazendo com que o estado chegue a 2.683.628 infecções confirmadas em dois anos e meio de pandemia. Varíola dos macacos no RS: 47 casos confirmados e 202 suspeitos O estado também aponta 5,55 milhões de pessoas vacinadas com três doses. Além disso, 720 pessoas estão internadas com coronavírus ou a suspeita da doença. Veja os números completos abaixo. Mortes Os óbitos registrados nas últimas 24 horas ocorreram em 19 cidades diferentes. A taxa de mortalidade, que é a proporção sobre toda a população do estado, é de 357,5 óbitos a cada 100 mil habitantes. Já a taxa de letalidade, que é o número de mortes entre o total de casos identificados, é de 1,5%. A média móvel de mortes da última semana é de 15 vítimas por dia. Há duas semanas, o indicador era de 14 óbitos diários. Assim, a curva apresenta alta de 7%, dentro da margem de estabilidade. Casos Dos 2,68 milhões de casos confirmados, há 15.202 em acompanhamento, ou seja, pessoas com o coronavírus ativo no organismo. O número representa cerca de 0,6% do total de infecções identificadas. O estado registra 2.627.581 casos recuperados (97,9%). A incidência de infecções por coronavírus é de 23.587,7 a cada 100 mil habitantes do estado. A média móvel de casos da última semana é de 2.285 infecções diárias. Houve uma queda de 23% em relação à média de duas semanas (2.982), representando tendência de queda. Vacinação Há 5.551.127 pessoas vacinadas com três doses (ou duas, no esquema Janssen). O número representa 56,46% da população apta a se imunizar nesta etapa, os maiores de 12 anos (9.831.081 pessoas, segundo o IBGE). Entre quem tomou duas doses, são 9.305.930 pessoas – o equivalente a 86,09% dos maiores de cinco anos (10.809.102 pessoas). Considerando adultos e crianças, a SES registra 658.206 pessoas com a segunda dose em atraso e 3.118.819 com a dose de reforço (terceira dose) pendente. Além disso, o estado tem 1.675.651 pessoas com quatro doses. Há 2.282.384 pessoas já aptas para receber o segundo reforço. Internações Hospitais do estado atendem 720 pessoas com coronavírus ou a suspeita da doença – há uma semana, eram 844. Do total de internados, 646 são adultos e 74 são crianças. Entre os maiores, há 137 pessoas em terapia intensiva (UTI) e 509 em leitos clínicos. Já entre os menores de idade, são 12 em UTIs pediátricas e 62 em leitos de enfermaria. Considerando pessoas internadas por outros motivos, as UTIs do RS operam com 85% de ocupação. São 1.702 pacientes em 1.998 vagas. Nos leitos destinados ao Sistema Único de Saúde (SUS), a taxa é de 93%. Na rede privada, a lotação é de 75%. Das 21 regiões de monitoramento do coronavírus no estado, quatro seguem com superlotação no SUS (Porto Alegre, Canoas, Bagé e Cruz Alta) e três apresentam ocupação acima da capacidade na rede privada (Santa Cruz do Sul, Pelotas e Cachoeira do Sul). VÍDEOS: Tudo sobre o RS
O Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2) decidiu retirar da Justiça Federal e mandar para a Justiça estadual do Rio o processo da Operação Cadeia Velha que mirou pessoas sem foro privilegiado acusadas de envolvimento num esquema de corrupção na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) para beneficiar empresas de ônibus e a Odebrecht. Com isso, o processo, que já tinha sido sentenciado em 2019, voltou à estaca zero. A ação penal tinha 16 réus no total, entre eles membros da cúpula da Fetranspor, a Federação das Empresas de Ônibus do Estado do Rio, como o empresário Jacob Barata Filho, conhecido como “Rei dos Ônibus”; Lélis Teixeira, ex-presidente da Fetranspor; e Marcelo Traça, ex-vice-presidente da federação; além de executivos da Odebrecht, como Benedicto Júnior e Leandro Andrade Azevedo. Desdobramento da Lava Jato no Rio, a Operação Cadeia Velha foi deflagrada em novembro de 2017. Dela, resultaram duas ações penais. Uma delas, contra três então deputados estaduais – Jorge Picciani (morto em 2021), Paulo Melo e Edson Albertassi –, correu no TRF-2, segunda instância da Justiça Federal. O outro processo, contra os demais investigados sem foro privilegiado, correu na primeira instância, na 7ª Vara Federal Criminal do Rio, com o juiz federal Marcelo Bretas. Foi esta ação penal que o TRF-2 agora anulou todos atos decisórios do magistrado, inclusive o recebimento da denúncia, que será encaminhada à Justiça do Rio. A Operação Cadeia Velha foi realizada com base em delações premiadas e fatos coletados na Operação Ponto Final, fase da Lava Jato. A 2ª Turma do Supremo Tribunal Federal, ao julgar o habeas corpus 161.021, entendeu não haver conexão entre a Operação Calicute (fase da Lava-Jato que investigou fraudes em obras com recursos federais) e a Operação Ponto Final 1 (que desvendou um esquema de pagamento de propina por empresários de ônibus a políticos). Por isso, o STF concluiu pela incompetência da 7ª Vara Federal Criminal para julgar a Ponto Final, e determinou a sua remessa à Justiça estadual. Os advogados de alguns réus, então, pediram ao TRF-2 para também remeter o processo da Cadeia Velha à Justiça estadual do Rio, uma vez que a investigação foi realizada com base em delações premiadas e fatos coletados na Operação Ponto Final. Com isso, o desembargador federal Ivan Athié, relator no TRF2, analisando pedidos apresentados pelos réus, entendeu que, com base nos fundamentos da decisão proferida no Habeas Corpus nº 161.021/RJ, "não mais subsiste a competência da Justiça Federal para processar e julgar os crimes narrados na presente ação penal, de curso iniciado na 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro e com base nos desdobramentos decorrentes da Operação Ponto Final 1".

O suspeito passou por audiência de custódia e o juiz Luis Alberto Nascimento Albuquerque concedeu liberdade provisória sem pagamento de fiança. Acidente aconteceu no domingo (14). Divulgação Após causar um acidente que matou uma técnica de enfermagem no domingo (14), em Manaus, um influencer de 24 anos foi solto pela justiça nesta terça-feira (16). O caso aconteceu na avenida Djalma Batista, bairro Chapada, Zona Centro-sul da capital, por volta de 4h do domingo. O influencer conduzia o carro, quando colidiu contra uma motocicleta. Na moto, além do piloto, que trabalhava como motorista de aplicativo, estava a técnica de enfermagem de 32 anos, que fazia a corrida na garupa do veículo. O motociclista chegou a ser socorrido e encaminhado para o Hospital Pronto-socorro 28 de Agosto, mas a mulher não resistiu aos ferimentos e morreu no local. O influencer foi preso em flagrante pelos crimes de condução de veículo com capacidade psicomotora alterada e homicídio culposo. Ele foi apresentado no 1º Distrito Integrado de Polícia (DIP). O suspeito é bastante conhecido nas redes sociais, ele se apresentava em palestras de marketing digital e se identificava como empresário e publicitário. Solto sem pagar fiança O suspeito passou por audiência de custódia ainda no domingo (14). No procedimento, o juiz Luis Alberto Nascimento Albuquerque concedeu liberdade provisória sem pagamento de fiança. No entanto, o magistrado determinou que o influencer não se ausente de Manaus sem autorização prévia da Justiça e também determinou outras medidas, entre elas: Ele não pode frequentar bares ou similares, nem se apresentar embriagado publicamente; Tem que comunicar ao Juízo eventual mudança de endereço; Comparecer a todos os atos do processo; E comparecer mensalmente à Justiça para informar e justificar suas atividades. O g1 não conseguiu identificar a defesa do suspeito e também não conseguiu contato com algum familiar da vítima. Vídeos mais assistidos do Amazonas
Público pode contar com aplicações da 1ª a 4ª dose do imunizante. Atendimento é das 8h às 16h. A vacinação contra a Covid-19 segue nesta quarta-feira (17) em Salvador, com a aplicação da 4ª dose para pessoas com 18 anos ou mais. Para ter acesso a dose de reforço, esse público deve ter um intervalo de quatro meses do recebimento da 3ª dose, ou seja, estão habilitados aqueles que tomaram até 19 de abril de 2022. A imunização também segue para os indivíduos com 18 anos ou mais vacinados com a Janssen no esquema primário. Ou seja, de acordo com a nova determinação prevista pela Nota Técnica Nº 177/2022- Ministério da Saúde, as pessoas que tomaram a segunda dose do imunizante da Johnson & Johnson no intervalo de quatro meses estarão aptas para receber a 3ª dose do imunizante. A recomendação do Ministério da Saúde é que sejam usadas as vacinas AstraZeneca, Pfizer ou Janssen como segundo reforço (3ª dose). A estratégia contempla ainda o “Liberou Geral” para aplicação da 1ª, 2ª e 3ª doses para indivíduos com 12 anos ou mais, mesmo não sendo residente em Salvador. O único requisito é ter o Cartão SUS vinculado a algum município do estado da Bahia. Os demais grupos que não estão incluídos na estratégia ‘Liberou Geral’, devem residir em Salvador e ter o nome na lista do site da Secretaria Municipal da Saúde. Amanhã segue ainda a vacinação para crianças de 3 a 11 anos com nome na lista do site da SMS em instituições de ensino da capital baiana. Os cidadãos dos demais grupos que não estão incluídos na estratégia “Liberou Geral” devem residir em Salvador e ter o nome na lista do site da SMS, no endereço www. saude. salvador. ba. gov. br . Segue ainda a vacinação para crianças de 3 a 11 anos em instituições de ensino da capital baiana. DOCUMENTOS: Pessoas com 18 anos ou mais – “Liberou Geral”: Ter o Cartão SUS vinculado a algum município do estado e apresentar o cartão de vacina físico ou digital (ConectSUS) atualizado, além de original e cópia do documento de identificação com foto e do comprovante de residência. Pessoas com 18 anos ou mais residentes em Salvador: Apresentar o cartão de vacina e um documento de identidade com foto. Criança ou adolescente acompanhado pelo pai ou mãe: É necessário estar com nome no site da SMS e, no ato da vacinação, apresentar original e cópia do documento de identificação com foto do pai ou da mãe que estiver presente, original e cópia do documento de identificação da criança/adolescente, e originais da caderneta de vacina e Cartão SUS de Salvador da criança/adolescente. Criança ou adolescente desacompanhado do pai ou da mãe: É necessário estar com o nome no site e, no ato da vacinação, estar acompanhada por outra pessoa maior de 18 anos. Além disso, deverá ser apresentado o Formulário de Vacinação preenchido e assinado pelo genitor da criança (pai ou mãe), cópia do documento de identificação com foto do responsável pela assinatura no documento, mais original e cópia do documento de identificação da criança/adolescente, além dos originais da caderneta de vacina e do Cartão SUS de Salvador da criança/adolescente. O Formulário de Vacina está disponível para impressão no site da SMS. Os casos excepcionais relacionados à falta de apresentação da documentação completa serão tratados individualmente no próprio ato/local da vacinação, como vem ocorrendo desde o início da estratégia. APRAZAMENTOS DESTA QUARTA (17): 2ª DOSE CORONAVAC: CRIANÇAS E ADOLESCENTES DE 3 A 17 ANOS QUE TOMARAM A PRIMEIRA DOSE ATÉ O DIA 21/7/2022 2ª DOSE – PFIZER PEDIÁTRICA: CRIANÇAS DE 5 A 11 ANOS QUE TOMARAM A 1ª DOSE ATÉ O DIA 23/6/2022 2ª DOSE CORONAVAC: APRAZADOS ATÉ 17/8/2022 – LIBEROU GERAL 2ª DOSE JANSSEN: PARA QUEM TOMOU A PRIMEIRA DOSE/DOSE ÚNICA DA JANSSEN ATÉ A DATA DE 16/06/2022 2ª DOSE OXFORD: APRAZADOS ATÉ 12/9/2022 2ª DOSE PFIZER: 12 ANOS OU MAIS APRAZADOS ATÉ 12/9/2022 – LIBEROU GERAL 2ª DOSE: GESTANTES E PUÉRPERAS APRAZADAS ATÉ 12/9/2022 3ª DOSE: PESSOAS DE 12 A 17 ANOS QUE TOMARAM A SEGUNDA DOSE ATÉ O DIA 18/4/2022 3ª DOSE: PESSOAS DE 18 ANOS OU MAIS QUE TOMARAM A SEGUNDA DOSE ATÉ O DIA 18/4/2022 – LIBEROU GERAL 3ª DOSE – PFIZER: IMUNOSSUPRIMIDOS COM 12 ANOS OU MAIS QUE TOMARAM A SEGUNDA DOSE ATÉ O DIA 21/6/2022 3ª DOSE: GESTANTES E PUÉRPERAS QUE TOMARAM A 2ª DOSE ATÉ O DIA 15/3/2022 4ª DOSE: PESSOAS COM 18 ANOS OU MAIS/TRABALHADORES DA SAÚDE/IMUNOSSUPRESSOS QUE TOMARAM A 3ª DOSE ATÉ 19/4/2022 POSTOS: PFIZER PEDIÁTRICA - 1ª E 2ª DOSES DE CRIANÇAS DE 5 A 11 ANOS (INCLUINDO IMUNOSSUPRIMIDAS) Postos fixos: UBS Péricles Cardoso (Barbalho), UBS Virgílio Carvalho (Bonfim), USF Capelinha, USF Lealdina Barros (Vale da Muriçoca), USF Menino Joel (Nordeste de Amaralina), UBS Pires da Veiga (Pau da Lima), UBS Cecy Andrade (Castelo Branco), USF João Roma Filho (Jardim Nova Esperança), USF Cajazeiras IV, UBS José Mariane (Itapuã), CSU Pernambués, Multicentro Liberdade, USF Curralinho, UBS Manoel Victorino (Brotas), UBS Sérgio Arouca (Paripe), USF Bom Jesus dos Passos, USF Ilha de Maré e USF Paramana. OBS: De acordo com a Nota Técnica Nº 2/2022-SECOVID/GAB/SECOVID/MS, as crianças com 11 anos que iniciaram o esquema vacinal com a vacina Pfizer pediátrica, mas que, entre a primeira e a segunda dose, completaram 12 anos, deverão completar o esquema com o imunizante da Pfizer pediátrica. CORONAVAC PEDIÁTRICA – 1ª DOSE DE CRIANÇAS DE 03 E 04 ANOS E 2ª DOSE DE CRIANÇAS DE 3 A 11 ANOS (INCLUINDO IMUNOSSUPRIMIDAS) Postos fixos: USF Lealdina Barros (Vale da Muriçoca), USF Menino Joel (Nordeste de Amaralina), USF Alto das Pombas, USF Curralinho, UBS Cosme de Farias, UBS Manoel Victorino (Brotas), CSU Pernambués, USF Cajazeiras V, USF Cajazeiras XI, USF Cajazeiras IV, UBS Péricles Cardoso (Barbalho), USF Gamboa, UBS Virgílio Carvalho (Bonfim), USF Joanes Centro Oeste, USF Jardim das Margaridas, USF Mussurunga I, UBS São Cristóvão, UBS José Mariane (Itapuã), UBS Maria Conceição Imbassahy (Pau Miúdo), Multicentro Liberdade, UBS Pires da Veiga (Pau da Lima), UBS Cecy Andrade (Castelo Branco), USF João Roma Filho (Jardim Nova Esperança), USF Luiz Braga (Pirajá), UBS Frei Benjamin (Valéria), UBS Sergio Arouca (Paripe), USF São Tomé de Paripe, USF Colinas de Periperi, USF Alto da Terezinha, USF Beira Mangue, USF Alto de Coutos I, USF São João do Cabrito, USF Bom Jesus dos Passos, USF Ilha de Maré e USF Paramana. VACINAÇÃO ADULTO – 1ª, 2ª, 3ª E 4ª DOSES Drive-thru exclusivo para 3ª dose de adolescentes de 12 a 17 anos; 4ª dose de adultos de 18 anos ou mais; 4ª dose de trabalhadores da saúde com 18 anos ou mais: Vila Militar, Atakadão Atakarejo (Fazenda Coutos), Shopping Bela Vista (9h às 16h) e 5º Centro de Saúde (Barris). Pontos fixos exclusivos para 3ª e 4ª doses: Home Center Ferreira Costa e Estação Mussurunga (8h às 16h); Estação da Lapa e Shopping Bela Vista (9h às 16h). Postos fixos: 5º Centro de Saúde (Barris), UBS Santa Cruz (8h às 14h30), USF Federação, USF Menino Joel (Nordeste de Amaralina), USF Alto das Pombas, USF Sabino Silva (Nordeste de Amaralina), USF Lealdina Barros (Vale da Muriçoca), USF Imbuí, USF Curralinho, USF Mário Andréa (Sete Portas), USF Santa Luzia (Engenho Velho de Brotas), USF Vale do Matatu, UBS Engomadeira, USF Cajazeiras X, USF Boca da Mata, USF Yolanda Pires, USF Cajazeiras V, USF Cajazeiras XI, USF Jardim das Mangabeiras, UBS Ramiro de Azevedo (Campo da Pólvora), USF Terreiro de Jesus, UBS Ministro Alkimin (Massaranduba), USF Joanes Leste, USF Joanes Centro Oeste, USF Alto do Coqueirinho, USF Km 17, UBS Eduardo Mamede (Mussurunga), USF Parque São Cristóvão, USF Jardim Campo Verde, USF Coração de Maria, USF Aristides Maltez, USF Ceasa I e II, USF Itapuã, USF Jardim das Margaridas, UBS Orlando Imbassahy (Bairro da Paz), USF Vila Verde, USF São Cristóvão, USF Mussurunga I, UBS São Cristóvão, USF Nova Esperança, USF Santa Mônica, USF San Martim I, USF IAPI, USF San Martim III, UBS Cecy Andrade (Castelo Branco),USF Vila Nova de Pituaçu, USF Nova Brasília, USF Dom Avelar, UBS Vale dos Lagos, USF Recanto da Lagoa II, USF Antonio Lazzarotto (Plataforma), UBS Péricles Laranjeiras (Fazenda Grande do Retiro), USF San Martin II, USF Alto do Cabrito, USF Alto do Peru, USF Boa Vista São Caetano, USF Vista Alegre, USF Itacaranha, USF Alto de Coutos II, USF Plataforma, USF Tubarão, USF Alto do Cruzeiro, USF Nova Constituinte, USF Congo, USF Fazenda Coutos III, UBS Periperi, USF Bom Jesus dos Passos, USF Ilha de Maré e USF Paramana. Veja mais notícias do estado no g1 Bahia. Assista aos vídeos do g1 e TV Bahia 💻 Ouça o podcast 'Eu te explico' 🎙

Informações foram disponibilizadas online pela Justiça Eleitoral. Urna eletrônica Reprodução/EPTV/Arquivo O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) disponibiliza online a lista de bens declarados pelos candidatos ao Governo de Sergipe que já registraram suas candidaturas. Os valores dos patrimônios informados até esta terça-feira (16) vão de R$ 19 mil a R$ 2,1 milhões. O patrimônio mais alto até agora é o do candidato Jorge Alberto (PROS), de 2,1 milhões. O mais baixo é o do candidato Elinos do Sabino (PSTU), que declarou 19 mil. Entre os candidatos a vice o menor valor declarado foi de Luze Augusta (UP), que declarou ao TSE ter um patrimônio de R$ 0,99 referente a depósito bancário em conta corrente no país e caderneta de poupança. Já o maior, foi de Milton Alves (Cidadania) declarou um patrimônio de R$ 3.711.861. Veja abaixo qual foi o patrimônio informado por cada candidato, em ordem alfabética: Delegado Alessandro (PSDB) - R$ 900 mil O candidato do PSDB ao governo de Sergipe, Delegado Alessandro declarou ter um patrimônio de R$ 900 mil ao site do TSE. O valor é proveniente de um apartamento, o mesmo que ele já havia declarado quando foi eleito ao senado em 2018. Candidato a vice na chapa de Alessandro, Milton Alves (Cidadania) declarou ao TSE ter um patrimônio de R$ 3.711.861 referente a casa e outros imóveis, veículo automotor, consórcios, cadernetas de poupança, quotas ou quinhões, aplicações e dinheiro em espécie. Dr. Antônio Cláudio Geriatra (DC) - R$ 509 mil O candidato do DC ao governo de Sergipe, Dr. Antônio Cláudio, declarou ter um patrimônio de R$ 509 mil no registro de sua candidatura no TSE. Essa é a primeira eleição direta que o candidato disputa, portanto, não há informação na Justiça Eleitoral sobre declarações anteriores do seu patrimônio. O valor declarado pelo candidato é referente a casa e veículos automotores. A vice na chapa do médico, Giovanna Rocha (DC), não apresentou declaração de bens. Elinos Sabino (PSTU) - R$ 19 mil O candidato ao governo pelo PSTU, Elinos Sabino, declarou ter um patrimônio de R$ 19 mil no registro de sua candidatura no TSE. Essa é a primeira eleição direta que o candidato disputa, portanto, não há informação na Justiça Eleitoral sobre declarações anteriores do seu patrimônio. O valor declarado pelo candidato é referente a um veículo automotor e é o menor em relação aos demais candidatos que disputam o governo. A vice na chapa do mesmo partido, Leide Lima, não apresentou declarações de bens. Fábio (PSD) - R$ 1,2 milhão O candidato do PSD, Fábio, declarou ter um patrimônio de R$1.248.575,87 no registro de sua candidatura no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A quantia é superior à informada no pleito de 2018, quando foi eleito deputado federal e declarou R$ 911.680,66 em bens. Nos dados atuais, o valor declarado pelo candidato é referente a apartamentos e outros imóveis, veículo automotor, plano previdenciário privado, quotas ou quinhões de capital, consórcio e outros fundos. Candidato a vice na chapa com Fábio, Zezinho Sobral (PDT) declarou ao TSE ter um patrimônio de R$ R$3.120.743,64. Seu bem de maior valor é um plano previdenciário avaliado em R$ 822.249,99, seguido de um terreno de R$ 730 mil. O valor também é referente a automóvel, outros imóveis, aplicações e investimentos. Jorge Alberto (PROS) - R$ 2,1 milhões O candidato do PROS, Jorge Alberto, declarou ter um patrimônio de R$ 2.192.003,69 no registro de sua candidatura no TSE. A quantia é superior à de 2006, quando ele se candidatou a deputado federal e declarou R$1.158.500,93. Esse ano, segundo o TSE, o maior valor declarado foi o de cotas de empresas avaliadas em R$1.325.600. O patrimônio, que é o maior entre os candidatos, ainda registra casas, depósitos em contas correntes no país, ações, aplicações e investimentos. Candidato a vice na chapa com Jorge Alberto, Renato Lima Araújo declarou ao TSE ter um patrimônio de R$ 957.323,09 mil, referentes a apartamento, casa e outros imóveis, veículo automotor e depósito bancário em conta corrente no país. Niully Campos (PSOL) - R$ 230 mil A candidata Niully Campos, do PSOL, declarou ter um patrimônio de R$ 230 mil no registro de sua candidatura no Tribunal Superior Eleitoral. A quantia é inferior à informada no pleito de 2018, quando foi suplente como deputada estadual e declarou R$ 33,3 mil em bens. Segundo o TSE, o valor atual é referente a um apartamento. Candidato a vice na chapa com Niully, Demétrio Varjão declarou ao TSE ter um patrimônio de R$ 15 mil, referente a um terreno. Prof Aroldo Felix (UP) - R$ 679 mil O candidato do UP ao governo de Sergipe, Prof Aroldo Félix, declarou ter um patrimônio de R$ 679.428,21. Essa é a primeira eleição direta que o candidato disputa, portanto, não há informação na Justiça Eleitoral sobre declarações anteriores do seu patrimônio. O valor declarado pelo candidato é proveniente de apartamentos, veículo automotor, depósitos bancários em contas correntes no país e outros bens e direitos. Candidata a vice na chapa de Aroldo Felix, Luze Augusta (UP) declarou ao TSE ter um patrimônio de R$ 0,99 referente a depósito bancário em conta corrente no país e caderneta de poupança. Rogério Carvalho (PT) - R$ 485 mil O candidato do PT ao governo de Sergipe, Rogério Carvalho, declarou ter um patrimônio de R$ 485 mil. A quantia é superior à informada no pleito de 2018, quando foi eleito senador e declarou R$ 35 mil em bens. O valor declarado pelo candidato é referente a casa e veículo automotor terrestre. Candidato a vice na chapa de Rogério, Sérgio Gama (PT) declarou ao TSE ter um patrimônio de R$ 28.204.215,49, referente a casa, bens imóveis e terrenos, veículo automotor, quotas ou quinhões de capital, aplicação de renda fixa (CDB, RDB e outros) e outros tipos de aplicações e investimentos, fundo de investimento imobiliário, crédito decorrente de empréstimo, outros fundos, e depósito bancário em conta corrente no país. Valmir de Francisquinho (PL) - R$ 260 mil O candidato do PL ao governo de Sergipe, Valmir de Francisquinho, declarou ter um patrimônio de R$ 260 mil. A quantia é inferior à informada no pleito de 2016, quando ele foi eleito prefeito da cidade de Itabaiana e declarou R$ 367.090,79 em bens. O valor declarado pelo candidato é proveniente de veículo automotor terrestre e dinheiro em espécie. Candidata a vice na chapa de Valmir de Francisquinho, Drª Emília Correia (Patriota) declarou ao TSE ter um patrimônio de R$ 1.464.881,52, referente à caderneta de poupança, veículo automotor, aplicação de renda fixa (CDB, RDB e outros), apartamento e depósito bancário em conta corrente no país.
Ex-mulher e filha o acusam de injúria e ameaça, o que fez com que a Justiça o obrigasse a ficar longe delas. No entanto, ele vinha desrespeitando decisão e, em um dos episódios recentes, foi até o portão da casa das vítimas alcoolizado. Um homem, de 59 anos, foi preso na tarde desta terça-feira (16) por voltar a descumprir uma medida protetiva contra a ex-mulher e a filha em Barra do Piraí (RJ). A prisão foi em cumprimento de um mandado de prisão expedido pela Juizado de Violência Doméstica e Familiar do município. A violência contra as vítimas começou com agosto de 2020. Na ocasião, ex-mulher, de 67 anos, e a filha, de 30 anos, registraram um boletim de ocorrência na delegacia por injúria e ameaça. Segundo a Polícia Civil, o homem não aceitava o fim do relacionamento. Diante da denúncia, a Justiça expediu uma medida protetiva para que ele se mantivesse afastado das duas. No entanto, o homem vinha desrespeitando a ordem judicial. Em um dos episódios, ele foi até o portão da casa das vítimas alcoolizado. O acusado chegou a ser preso, mas foi solto com a condição de respeitar a medida protetiva, mas voltou a descumprir o acordo, o que o levou à prisão mais uma vez. Ele foi encontrado andando pelo Centro da cidade e levado para a delegacia de Barra do Piraí. Saiba como denunciar Em nota, a Polícia Civil reforçou a importância das vítimas de violência doméstica denunciarem seus agressores. "A maioria dos casos de violência doméstica são subnotificados, sequer chegam ao conhecimento da polícia. É muito importante que as mulheres se encorajem e denunciem os agressores à Polícia Civil. É preciso combater com contundência todo tipo de violência contra a mulher, seja física, sexual, patrimonial, psicológica. Todos os casos serão analisados e terão resposta firme". As vítimas de violência doméstica podem entrar em contato com a Central de Atendimento à Mulher (180), procurar a Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher (Deam) da sua cidade. Caso o município não tenha uma unidade da Deam, as denúncias podem ser feitas na delegacia comum. Clique aqui e siga o g1 no Instagram VÍDEOS: as notícias que foram ao ar na TV Rio Sul

Prazo para o encerramento do registro dos candidatos se encerrou na noite desta segunda-feira (15). Velho do Rio, Palhaço Tutu, É Hoje e Lora da Parangaba estão entre os nomes inusitados de candidatos a deputados no Ceará Divulgação/Redes sociais Com o encerramento do prazo para que os partidos e federações registrem os candidatos para as eleições 2022, nesta segunda-feira (15), já é possível consultar os nomes dos postulantes no site DivulgaCand. Entre os nomes de candidatos a deputado estadual e federal estão Velho do Rio, Palhaço Tutu, Xilito e Maniçoba. O Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE) recebeu 991 pedidos de registro de candidaturas para as eleições deste ano. O número supera as eleições gerais de 2018, que tiveram 975 nomes. São 407 candidatos a deputado federal para 22 vagas (veja lista) e 554 candidatos a deputados estaduais para um total de 46 vagas (veja lista) Conheça os nomes mais inusitados de candidatos a deputado estadual e federal do Ceará conforme consta no portal DivulgaCand. Deputados estaduais Adriano Imperador Agopin.com Ari Cowboy Balão do Povo Cancão Ceguim do Amendoim Churuca Coleguinha Cristina É Tempo de Aquilombar Dedao Estrela Família Que Brilha Fabíola da Rua da Vala Jota Lima Jumentim Amarelo Maniçoba Matuto da Praia Parangaba Paulão da Academia Pipoca Thiaguinho Mala Mansa Deputados federais Buiú Cachimbão Chico Pezão Caucaia Cowboy Queiroz É Hoje Lora da Parangaba Loura do Povo Neguinho dos Olhos Castanhos Palhaço Tutu Pérola de Oya Segundinho Velho do Rio Wewe Hood Xilito Yury do Paredão Os editais com a relação de postulantes por cargo e partido serão publicados no Diário da Justiça Eletrônico. A partir daí, Ministério Público Eleitoral, candidatos, partidos e federações terão cinco dias para impugnar candidaturas. Após a publicação do edital, candidatos(as) escolhidos(as) em convenção, que não tiveram o pedido de registro proposto pelo partido ou pela federação, podem entrar com o Requerimento de Registro de Candidato Individual (RRCI). O prazo para a solicitação é de dois dias. Veja mais notícias do Ceará no g1 em 1 Minuto
Ministro do STF tem atuado de maneira firme no combate às fake news e na defesa da democracia e comandará a eleição de outubro. Ricardo Lewandowski será o vice-presidente do TSE no período. Alexandre de Moraes toma posse como presidente do TSE Ministro do STF tem atuado de maneira firme no combate às fake news e na defesa da democracia e comandará a eleição de outubro. Ricardo Lewandowski será o vice-presidente do TSE no período. O ministro Alexandre de Moraes toma posse como novo presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Ricardo Lewandowski assume como vice. Veja os perfis dos ministros. Os ministros vão comandar o processo eleitoral de outubro. O 1º turno será realizado daqui a 47 dias. A cerimônia em Brasília reúne 2 mil convidados, entre eles o presidente Bolsonaro e os ex-presidentes Lula, Dilma e Temer
O Tribunal de Justiça de Minas Gerais informou que acompanha a apuração do caso e só irá se manifestar posteriormente. O g1 tentou contato com a mulher, mas não conseguiu até a publicação da reportagem. A PM se posicionou através de nota. Filha de juíza ameaça policiais para conseguir vaga de estacionamento em MG Uma mulher, que afirmou ser filha de uma juíza, ameaçou policiais militares para que conseguissem uma vaga para ela estacionar no último sábado (13) em Ubá. Em vídeo (veja acima) gravado por um dos policiais durante a abordagem ela ainda desafia os militares a prende-la. “Sou filha da juíza da Vara de Infância e Juventude, só queria um lugar para parar, sem confusão”. O g1 apurou que a mulher é a médica psiquiatra Paula Gonçalves Carneiro, filha da juíza Vilma Lúcia Gonçalves Carneiro, da Vara da Infância e Juventude da cidade. A reportagem entrou em contato com ela, mas as ligações foram recusadas. O Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) informou que "acompanha a apuração do caso e só irá se manifestar posteriormente". Já a Polícia Militar (PM) descreveu a situação através de nota (veja abaixo na íntegra). Ao g1, a PM contou que durante conversa com a mulher, os policiais a explicaram que havia um estacionamento disponível na mesma rua, onde ela poderia estacionar. No momento, ela se exaltou e disse “até agora não arrumaram a minha vaga para parar, me dá um carregador, me dá meu celular que vou tirar uma foto deles e mandar para mamãe”. "Me prende p****. Me prende! Eu quero ver você me prender. Tu é macho ou não é?", ameaçou. Nota PM "A Polícia Militar de Minas Gerais, esclarece que, na noite de sábado, dia 13/08/2022, na cidade de Ubá, enquanto realizavam patrulhamento pelo centro da cidade de Ubá, um veículo ocupado por duas mulheres, parou na rua, sendo que a carona, desembarcou, solicitando aos policias militares que retirassem a viatura policial, para que, assim, a motorista pudesse estacionar o veículo. Durante conversa com a cidadã, os policiais a explicaram que havia um estacionamento disponível na mesma rua, onde ela, facilmente, poderia estacionar, momento em que ela informa ser filha de uma juíza de direito da comarca do município. Contudo, a referida mulher se exaltou, demonstrando insatisfação com a solução apresentada pelos militares, insistindo para que retirassem a viatura. Durante o fato, a mulher abriu a porta da viatura, sentando-se no banco traseiro. Utilizando a técnica policial de verbalização, os policiais militares, juntamente à sua amiga, condutora do veículo, conseguiram convencê-la a se retirar da viatura policial, não sendo necessário o uso de força". VÍDEOS: veja tudo sobre a Zona da Mata e Campos das Vertentes

Defesa da baiana apresentou queixa-crime em Salvador com pedidos de condenação e retratação. Em vídeo, mulher dá 'banho de pipoca' em Lula. Mulher denuncia intolerância religiosa em postagem de vereadora e Michelle Bolsonaro A baiana de receptivo Dekka Direitinha denunciou ter sofrido ataques de intolerância religiosa cometidos pela vereadora de São Paulo Sonaira Fernandes (Republicanos) e a primeira-dama Michelle Bolsonaro após a divulgação de um vídeo, onde Dekka aparece ao lado do ex-presidente Lula, com uma mensagem que associa o "banho de pipoca" às trevas. “Sou iniciada no candomblé e respeito todos. Não acho justo este tipo de comentário preconceituoso, estou injuriada com esta situação, é uma fama que confunde, de um lado tem gente que elogia, por estar com Lula e outros criticam, isso preocupa. Entrego a Deus pra ser tudo resolvido”, desabafou Dekka. Mulher denuncia intolerância religiosa após vereadora de SP e Michelle Bolsonaro compartilharem vídeo nas redes sociais Reprodução/Redes Sociais Na segunda-feira (8), Michelle Bolsonaro compartilhou nas redes sociais um vídeo que mostra Dekka Direitinha em um ritual de religião de matrizes africanas com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), candidato à Presidência do Brasil. Na legenda, a primeira-dama afirmou: “Isso pode, né! Eu falar de Deus, não”. O vídeo, que mostra Lula recebendo um “banho de pipoca”, foi gravado em 26 agosto do ano passado, na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba). Ele foi originalmente publicado pelo deputado federal Paulo Teixeira (PT-SP). Vereadora fez publicação de repúdio a ritual de religiões de matrizes africanas Reprodução/Redes Sociais Michelle Bolsonaro, no entanto, compartilhou o vídeo de uma publicação feita pela vereadora Sonaira Fernandes, também na segunda-feira (8). As imagens foram divulgadas acompanhadas da legenda: "Lula já entregou sua alma para vencer essa eleição. Não lutamos contra a carne nem o sangue, mas contra os principados e potestades das trevas. O cristão tem que ter a coragem de falar de política hoje, para não ser proibido de falar de Jesus amanhã". Dekka é baiana de receptivo há 20 anos, além de assessora parlamentar de um deputado estadual do PT da Bahia, dona de uma marca de molho de pimenta e fundadora do bloco feminino, do bairro Nordeste de Amaralina, As Direitinhas. Na sexta-feira (15), o advogado Rodrigo Coelho, responsável pela defesa da baiana, informou ao g1 que apresentou uma queixa-crime por injúria contra Sonaira Fernandes e Michelle Bolsonaro. A reportagem teve acesso ao documento nesta segunda-feira (15). "O fato tomou conta do país, tendo a imagem da querelante circulado como uma pessoa associada às trevas em virtude de fazer parte de religião diferente a religião da Querelada, gerando danos à imagem, constrangimento e sendo motivo de piadas entre as pessoas. Portanto, pelos fatos narrados não restam dúvidas que a querelada foi autora do crime indicado, razão pela qual requer a sua condenação", diz parte do documento. De acordo com Rodrigo Coelho, a ação foi ingressada com a qualificadora em decorrência da raça, cor e religião. Ela foi distribuída no 1° Juizado de Nazaré, em Salvador. "Além da condenação de quem praticou o ato, nós queremos a retratação da vereadora Sonaira Fernandes e Michelle Bolsonaro e que as duas publiquem, nas redes sociais, posts sobre a intolerância religiosa e a história das religiões de matrizes africanas", disse Rodrigo Coelho. O Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) informou que a petição contra a vereadora Sonaira Fernandes foi protocolada e distribuída na sexta-feira (12) e tramita na 4ª Vara do Sistema dos Juizados Especiais Criminal. De acordo com o TJ-BA, na segunda-feira (15), o processo foi enviado para análise do juiz. Já a queixa-crime contra Michelle Bolsonaro foi protocolada em segredo de Justiça, segundo a defesa de Dekka Direitinha. "O processo será redistribuído em virtude do declínio de competência. Não podemos dar mais detalhes em virtude do segredo, mas acredito que com novo magistrado o segredo deve cair", afirmou o advogado Rodrigo Coelho. O g1 entrou em contato com a vereadora Sonaira Fernandes e com a assessoria de Michelle Bolsonaro por telefone, mas não recebeu resposta até a última atualização desta reportagem. Em nota, o Coletivo de Entidades Negras repudiou o caso e disse que Michele Bolsonaro estimula a perseguição às religiões de matriz africana. "Michele Bolsonaro estimula a perseguição às religiões de matriz africana. O ato de intolerância religiosa praticado por ela reforça todo o ódio que é característica central do bolsonarismo nesses anos de governo. [...] A primeira-dama não só divulgou vídeo racista que ataca encontro do ex-presidente Lula com lideranças do candomblé, definindo nossa religião como ritual "trevas" e dos "demônios", como usou também as redes sociais para escrever barbaridades que se configuram em grave violação de direitos humanos contra o povo de axé. [...] Reafirmamos que racismo é crime, intolerância religiosa é crime e racismo religioso também! Michele Bolsonaro terá que pagar pelo crime que cometeu." Veja mais notícias do estado no g1 Bahia. Assista aos vídeos do g1 e TV Bahia 💻 Ouça 'Eu Te Explico' 🎙

Família na Nova Zelândia fez a terrível descoberta ao desfazer as malas compradas após chegar em casa Polícia da Nova Zelândia abriu inquérito após descoberta Getty A polícia da Nova Zelândia abriu uma investigação depois que uma família encontrou restos humanos em malas compradas em um leilão. A família, moradora da região sul da capital, Auckland, fez a terrível descoberta depois de desempacotar os itens comprados. As autoridades policiais iniciaram uma investigação por homicídio e estão tentando identificar a quem pertencem os restos mortais. Acredita-se que a família não esteja envolvida na morte. Segundo o que se sabe até o momento, a família adquiriu vários itens, entre eles as malas, em um leilão realizado por uma empresa de armazenamento na última quinta-feira (11/8). É comum que algumas empresas do setor realizem leilões de itens guardados em unidades de armazenamento inadimplentes. Em geral, todos os objetos deixados para trás são vendidos como uma unidade inteira dentro de um container. Normalmente, os compradores não conseguem inspecionar os itens abandonados antes de comprá-los — muitos lances são feitos na esperança de uma surpresa valiosa. A descoberta dos restos mortais só foi feita depois que os moradores levaram os itens adquiridos no leilão para sua casa, segundo o inspetor-detetive da polícia, Tofilau Faamanuia Vaaelua. Vários vizinhos da família relataram terem sentido um "cheiro horrível" emanando da propriedade antes da chegada da polícia, de acordo com o site de notícias local Stuff. Um vizinho — ex-funcionário de um crematório — disse que o cheiro era imediatamente reconhecível. "Eu soube imediatamente [que eram restos humanos] e pensei: 'de onde vem isso?'" disse ele. Outro vizinho disse que seu filho viu uma mala sendo descarregada de um container e levada pela polícia para uma tenda de análise forense erguida no local. Imagens publicadas pelo Stuff mostram o container estacionado na entrada da casa, localizada em um subúrbio da capital, enquanto a polícia realizava suas investigações. Autoridades policiais disseram que sua prioridade é "confirmar a identificação do falecido, para que possamos estabelecer todas as circunstâncias por trás da descoberta". Eles acrescentaram que, dada a "natureza da descoberta", levaria tempo para que os parentes mais próximos da vítima fossem comunicados formalmente.

Primeira e segunda parcelas foram pagas nesta terça-feira (16) para taxistas cadastrados. Ponto de táxi do terminal rodoviário de Piracicaba Hildeberto Jr./G1 Taxistas de Piracicaba (SP) podem receber R$ 2 mil do Benefício Taxista, do Governo Federal, a partir desta terça-feira (16). Segundo a prefeitura, 273 motoristas se enquadravam em todos os critérios e puderam ser cadastrados. A administração foi responsável por informar ao governo os dados dos taxistas que cumpriam os requisitos. Foram 254 permissionários e 19 auxiliares ao todo. Nesta terça foram pagas as 1ª e 2ª parcelas. O pagamento do benefício foi feito por meio de poupança social digital, cujo depósito é operacionalizado pela Caixa Econômica Federal e por meio do aplicativo Caixa Tem. De acordo com o Governo Federal, os valores foram depositados em conta digital por CPF do profissional, de maneira automática pela Caixa. Desta forma, não há necessidade de cadastro ou de envio de dados de conta para o depósito. O valor do benefício e o número de parcelas poderão ser ajustados, considerando o número de motoristas de táxi beneficiários cadastrados e o limite global de recursos disponíveis para o benefício. Os recursos não movimentados no prazo de 90 dias, contados da data do depósito, retornarão para a União. Quem tem direito? Para que o profissional receba o benefício, é necessário preencher alguns requisitos, são eles: Estar com CPF e Carteira Nacional de Habilitação (CNH) regularizados Ter registro para exercer a profissão, emitido pelo órgão competente da localidade da prestação de serviço até 31 de maio de 2022 Ser motorista de táxi titular de concessão, permissão, licença ou autorização emitida pelo poder público municipal ou distrital em efetivo exercício da atividade profissional, Ser motorista de táxi com autorização emitida pelo poder público municipal ou distrital, em efetivo exercício da atividade Confira abaixo as datas dos pagamentos do benefício para os taxistas de Piracicaba: 1ª e 2ª parcelas: 16 de agosto 3ª parcela: 24 de setembro 4ª parcela: 22 de outubro 5ª parcela: 26 de novembro 6ª parcela: 17 de dezembro Em que situações o benefício não será pago aos motoristas? Motorista que esteja com o CPF pendente de regularização junto à Receita Federal do Brasil, em situação suspensa, cancelada, nula, ou de titular falecido; Motorista que tenha seu CPF vinculado, como instituidor, à concessão de pensão por morte de qualquer natureza ou do auxílio-reclusão; ou Motorista seja titular de benefício por incapacidade permanente para o trabalho; Será considerado inelegível o motorista de táxi beneficiário com indicativo de óbito no Sistema de Controle de Óbitos ou no Sistema Nacional de Informações de Registro Civil; O benefício não será pago cumulativamente com o auxílio caminhoneiro. DÚVIDAS – Em casa de dúvidas, os profissionais podem contatar a Semuttran pelo telefone (19) 3435-9499 (Divisão de Transportes Especiais) ou ir até uma agência da Caixa Econômica Federal. Mais informações sobre o Benefício Taxista em: https://www.gov.br/trabalho-e-previdencia/pt-br/assuntos/beneficio-taxista VÍDEOS: Fique por dentro do que acontece nas cidades Veja mais notícias no g1 Piracicaba

Cantora também terá parcerias com cantor Vitor Kley e pianista Amaro Freitas. Cantora afastou hipótese de ampliar turnê e disse que shows intimistas 'conversam com coração de adulta'. A cantora Sandy durante coletiva em SP no dia 16 de agosto Reprodução/Sandy "Gosto de transitar por outros estilos para me pluralizar". Em meio ao frenesi de lançamento da segunda edição do projeto "Nós, Voz, Eles", Sandy anunciou na tarde desta terça-feira (16) os próximos artistas convidados para duetos e gravações, entre eles, Ludmilla. Em bate-papo com jornalistas, a compositora e cantora também abordou temas como exposição em redes sociais, relatou que ainda sente insegurança na volta aos palcos, por conta da Covid-19, e destacou que o formato intimista dos shows da nova turnê é o que "conversa com o coração de adulta, aos 39 anos". "Eu estou muito orgulhosa do projeto, feliz com os resultados e vendo que está reverberando nas pessoas", destacou a cantora. A abertura da coletiva teve apresentação de um vídeo sobre o feat musical que será lançado na próxima semana: parceria com o cantor Vitor Kley. A lista que já contava com Wanessa Camargo e Agnes Nunes será completada ainda pelos duetos entre a cantora e a banda OutroEu (parceria anterior na canção "Ai de mim") e o pianista Amaro Freitas. "Existe uma diversidade, portanto, muito aprendizado", destacou Sandy. Sandy e o cantor Vitor Kley Brunno Rangel Ao ponderar sobre a forma como conheceu cada um dos convidados, a cantora mencionou a influência do marido Lucas, incluindo o papel de dividir a direção dos trabalhos, e foi enfática ao falar que até esta tarde ainda não seguia Ludmilla em redes sociais para evitar spoilers. "Ludmila é claro que já conhecia [...] Agora eu posso seguir ela, já gostava, admirava", contou aos risos. Segundo ela, o marido foi quem sugeriu a participação de Amaro Freitas, e o primeiro contato com Vitor Kley foi quando ele esteve em Campinas (SP), para gravar com Lucas no estúdio de casa. A faixa "Leve", parceria de Sandy com Wanessa Camargo, é a primeira desta segunda edição do projeto e foi lançada nas plataformas de streaming em 4 de agosto. A cantora voltou a ressaltar a importância do dueto com a amiga que participará do show na capital paulista, nesta quinta-feira. "Eu e ela somos amigos há bastante tempo, mas as pessoas não tinham essa dimensão [...] A gente tem redes sociais e um projeto como esse, que ajudam a desmistificar, quebrar paradigma", frisou ao considerar que no passado a relação entre ambas chegou a ser tratada como uma suposta rivalidade. Sandy e Wanessa mostram trecho de nova música LEIA MAIS Sandy anuncia volta aos palcos com nova turnê e divulga datas; veja agenda Sandy e Wanessa Camargo mostram trecho de 'Leve' e bastidores da 1ª parceria das duas; ouça Exposição Ao comentar sobre a execução do projeto, que inclui gravações na casa da família, Sandy também abordou a forma como lida com redes sociais e, consequentemente, exposição da vida particular. Cuidadosa na fala, ela ressaltou que respeita o perfil de quem "se posta o dia inteiro", mas destacou que esta maneira não combina com ela - que prefere "se arrumar um pouco" antes da publicação. "Eu não fico bem, sofri coisas que não me fizeram bem em fases tenras, quando era adolescente, passando por mudanças [...] Eu estava exposta e sujeitas a opiniões. Quando a gente é nova, deixa uma marca [...] Eu encontrei meu jeito", lembrou. Em seguida, a cantora brincou sobre o quanto as novas ferramentas de comunicação alteraram a forma dos músicos divulgarem os novos trabalhos. "Eu reclamo porque é tudo pulverizado, a gente acaba trabalhando muito mais. Não é mais fisicamente, mas intelectualmente desgasta mais. É muita coisa para administrar [...] Sou jovem, mas sou old scholl", brincou ao admitir que o marido lida melhor. "Tem 1 mil ideias, ele é ótimo". Sandy lança segunda edição do projeto 'Nós, Voz, Eles' Brunno Rangel Volta aos palcos após hiato Sandy fez o show da pré-estreia da turnê em Jaguariúna, no dia 5 de agosto, e admitiu que se sentiu um pouco insegura por conta da pandemia da Covid-19, ainda que tenha recebido todas as doses de vacinas disponíveis para a faixa etária dela. Até então, a cantora estava longe dos palcos desde 2019, quando apresentou ao lado do irmão, Junior Lima, a turnê comemorativa "Nossa História". "Um misto de emoções muito grandes, importantes. Eu estava com muita saudade, vontade de voltar ao palco [com show voltado para o público dela]. Eu tenho medo de expor as pessoas, fico com um pouquinho de medo, aquela coisa, mas quando pisei no palco, no primeiro show em Jaguariúna, chorei porque não acreditava que aquilo estava acontecendo", falou ao mencionar que respeita a decisão de artistas que decidiram voltar antes aos palcos. "Me senti pronta agora". A leva de apresentações vai até o fim de novembro e a cantora afastou a possibilidade de ampliar datas, com objetivo de ter mais tempo com a família e lidar com uma série de demandas da rotina, como "ser mãe, folga de domingo, ser dona de casa". "Tenho um ritmo um pouco mais lento", falou. Coexistência de perfis Ao fazer um paralelo entre os novos shows intimistas da carreira solo e as apresentações da turnê "Nossa História", quando estádios pelo Brasil ficaram lotados, Sandy destacou que o formato atual é o que "conversa com o coração de adulta, aos 39 anos", e o anterior combinava com a jovem de 24 anos. "Cada formato conversa com um pedaço do meu coração, coexistem dentro de mim. Eu tenho um amor grande por aquilo que fiz com meu irmão. Foi uma delícia, lotar estádios, no Rio de Janeiro tinha 100 mil pessoas no Parque Olímpico, foi muito emocionante [...] Hoje, a maneira como faço meu trabalho, em teatro, casas para 3 mil a 8 mil, é o máximo. Uma plateia de 1 mil, 2 mil, já me deixa feliz." Sandy e Junior em show da turnê 'Nossa História', em São Paulo Fábio Tito/G1 VÍDEOS: tudo sobre Campinas e região Veja mais notícias da região no g1 Campinas.

Segundo o órgão, Zuliani é considerável inelegível por contas rejeitadas e improbidade quando era prefeito de Olímpia; questionamento será analisado pelo TRE. Geninho Zuliani (União), candidato a vice-governador na chapa de Rodrigo Garcia Reprodução/Redes sociais A Procuradoria Regional Eleitoral em São Paulo (PRE-SP) contestou o registro da candidatura de Geninho Zuliano (União), o vice de Rodrigo Garcia (PSDB) na chapa que di Segundo o órgão, o candidato é considerável inelegível por ter tido contas rejeitadas e por ter sido condenado por improbidade quando era prefeito de Olímpia (SP). Em nota, a assessoria do candidato afirmou que as prestações de contas durante a gestão como prefeito de Olímpia foram aprovadas e julgadas regulares pelo Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE) (veja na íntegra abaixo). De acordo com o pedido de impugnação, feito na segunda-feira (15), em 2011 houve um repassasse de R$ 446.536 pela Prefeitura Municipal de Olímpia a um instituto para executar o Projeto de Assistência à Saúde. No entanto, as contas que apresentou enquanto responsável pelo termo de parceria foram julgadas irregulares. “O prazo de oito anos desde a data do julgamento das contas como irregulares não transcorreu, pois a decisão do Tribunal de Contas do Estado transitou em julgado em 10/10/2017”, escreveu o procurador. Conforme a PRE, Geninho foi condenado à suspensão dos direitos políticos em duas decisões por improbidade administrativa que “importou lesão ao patrimônio público e atentatório aos princípios da administração pública”. “Em ação julgada parcialmente procedente em primeiro grau, o impugnado foi condenado à suspensão de seus direitos políticos por 3 anos e ao pagamento de multa civil correspondente a três vezes a última remuneração no cargo de Prefeito.” “Em outra ação julgada parcialmente procedente em primeiro grau, o impugnado foi condenado à suspensão de seus direitos políticos por 5 anos e ao pagamento de multa civil no valor de 24 vezes o valor atualizado do seu último vencimento como Prefeito do Município de Olímpia”, completou. O acórdão é de abril de 2021 e foi julgado pela 13ª Câmara de Direito Público do Tribunal de Justiça de São Paulo. Ainda segundo o pedido, como as decisões ocorreram em 2019, com publicações no Diário da Justiça Eletrônico do Poder Judiciário no mesmo ano, e em 2021, a suspensão se inicia a partir de então. A impugnação pela Procuradoria não quer dizer que os candidatos não possam concorrer às eleições de outubro. Trata-se de um questionamento. A ação é julgada pelo TRE-SP, que decide se aprova ou não o registro das candidaturas. O prazo para julgamento dos registros termina em 12 de setembro. 83 impugnados no estado Ao todo, o Ministério Público entrou com ações de impugnação de registro de candidatura contra 83 candidatos apresentados à Justiça Eleitoral em São Paulo. A maioria dos pedidos impugnados ocorreu por conta da ausência da apresentação de documentos para habilitação dos candidatos, como certidão criminal. Outro ponto foi a ausência da certidão de quitação eleitoral, que abrange a plenitude do gozo dos direitos políticos, o regular exercício do voto, o atendimento a convocações da Justiça Eleitoral para auxiliar os trabalhos relativos ao pleito, a inexistência de multas aplicadas, em caráter definitivo, pela Justiça Eleitoral e não remitidas, e a apresentação de contas de campanha eleitoral. Os enquadrados na Lei da Ficha Limpa são minoria na lista da PRE-SP e chegam a 20 registros de candidatura. O que diz a defesa "A aplicação de multa pelo julgamento irregular de uma contratação e/ou convênio firmado durante a gestão como prefeito não gera inelegibilidade, portanto, vamos seguir com tranquilidade nossa campanha. Em nenhum processo houve condenação por prática de ato de improbidade administrativa que tenha gerado dano ao erário ou enriquecimento ilícito, sem ferir, portanto, o que rege a Lei da Ficha Limpa. Reafirmo a minha total elegibilidade para o cargo. Apresentaremos contestação à impugnação, conforme prevê a legislação vigente. Enviamos em anexo, documentos comprobatórios de tudo que foi explicitado acima: - Certidão do Supremo Tribunal de Justiça, que certifica que nada consta que impeça minha candidatura - Certidão de Antecedentes para fins eleitorais, emitida pelo Supremo Tribunal Federal (STF) - Inexistência do meu nome na Relação da Prestação de Contas, expedida pelo Tribunal de Contas do Estado, com prestações julgadas irregulares - Certidão de aprovação da prestação de contas dos oito anos, referentes aos dois mandatos como prefeito de Olímpia." VÍDEOS: Tudo sobre São Paulo e região metropolitana

Entenda quais são as principais propostas dos 8 candidatos que registraram candidaturas junto ao Tribunal Superior Eleitoral. Adjany Simplício (PSOL), Adriano Trajano (PCO), Antônio Nascimento (PSTU), João Azevêdo (PSB), Major Fábio (PRTB), Nilvan Ferreira (PL), Pedro Cunha Lima (PSDB), e Veneziano Vital do Rêgo (MDB), candidatos ao Governo da Paraíba em 2022 Arte/g1 O g1 resume os principais pontos das propostas de governo dos candidatos ao governo da Paraíba nas Elleições 2022. Veja abaixo (os nomes estão em ordem alfabética). Veja quem são os candidatos ao governo da Paraíba em 2022 Adjany Simplício (PSOL) Candidata a governadora Adjany Simplício na convenção do Psol da Paraíba Caio Ismael/TV Cabo Branco Número de páginas: 51 Resumo: As propostas de Adjany Simplício se baseiam em 13 eixos, que versam sobre verbas orçamentárias, Segurança Pública, Educação, Saúde, Mulheres, Combate à LGBTfobia, Cultura, Comunicação como Política Pública, Direito à Moradia, Mobilidade Urbana, Esporte e Lazer, Meio Ambiente e Gestão Hídrica. A candidata propõe investimentos ma criação do "Fisco orçamentário", com o objetivo de efetivar uma Auditoria da Dívida da Paraíba, para que haja esclarecimento e diagnóstico sobre sua origem, perfil e montante. O programa de governo de Adjany Simplício não está disponível no site do TSE para o acesso do público por uma falha no sistema. A candidata informou que deve comunicar a falha à Justiça Eleitoral. Adriano Trajano (PCO) Convenção do PCO oficializou Adriano Trajano (ao centro) para o governo da Paraíba Reprodução/Instagram/PCO Paraíba Número de páginas: 7 Resumo: As diretrizes do plano de governo de Adriano Trajano se baseiam em pontos centrais que se dividem em áreas como combate ao desemprego, reforma agrária e urbana, e redução da jornada de trabalho. O candidato propõe a redução da jornada de trabalho para cinco horas por dia e, no máximo, 35 horas semanais Veja a íntegra do plano de governo Antônio Nascimento (PSTU) Antônio Nascimento, pré-candidata pelo PSTU Divulgação/PSTU Número de páginas: 17 Resumo: As propostas do candidato giram em torno de dez eixos, como educação pública; do PIB, 10% para Saúde Pública; geração de renda e luta contra as opressões (machismo, racismo, lgbtifobia). Entre as principais propostas do candidato, está a estatização do sistema de transporte, para que este seja público e se transforme em um serviço gratuito e de qualidade para os trabalhadores paraibanos. Veja a íntegra do plano de governo Major Fábio (PRTB) Major Fábio, candidato a governador do PRTB Hebert Araújo/TV Cabo Branco Número de páginas: 23 Resumo: Major Fábio propõe governar a Paraíba a partir de pilares como modernização, capacitação contínua e valorização salarial dos servidores públicos, e redução da carga tributária. As propostas apresentadas pelo candidato focam na área de segurança pública, e também se dividem em outros setores, como educação, infraestrutura e segurança hídrica. Veja a íntegra do plano de governo João Azevêdo (PSB) João Azevêdo (PSB) na sabatina da CBN Paraíba com pré-candidatos ao governo da Paraíba nas Eleições 2022 Felipe Lima/TV Cabo Branco Número de páginas: 13 Resumo: As diretrizes do plano de governo de João Azevêdo se baseiam em três eixos: boa governança, princípios sustentáveis e inteligência e inovação. Ao todo, o plano traz 166 propostas em diversas áreas, como educação, saúde, segurança e assistência social. Entre as medidas, está a realização de concursos públicos para profissionais de educação, saúde e segurança, e a criação de políticas para igualdade racial e de proteção às mulheres e à população LGBTQIAP+. Veja a íntegra do plano de governo Nilvan Ferreira (PL) Nilvan Ferreira (PL) na Sabatina CBN com pré-candidatos ao governo da Paraíba Wellington Faustino/TV Cabo Branco Número de páginas: 45 Resumo: O plano de governo de Nilvan Ferreira se baseia em seis eixos, que se dividem em áreas como segurança, gestão, educação e saúde. Entre as propostas apresentadas pelo candidato aparecem a diminuição de secretarias do Estado, realização de concurso público na área da segurança, a criação do Hospital de Trauma do Sertão e a implantação do Porto de Águas Profundas. Veja a íntegra do plano de governo Pedro Cunha Lima (PSDB) Pedro Cunha Lima (PSDB) na sabatina da CBN com pré-candidatos ao governo da Paraíba Wellington Faustino/TV Cabo Branco Número de páginas: 34 Resumo: Os eixos do plano de governo de Pedro Cunha Lima se baseiam em cinco dimensões: bem estar social; dinamismo econômico; meio ambiente e sustentabilidade; agenda transversal e governança pública. Entre as principais propostas, estão a criação de programas na área da educação, como a Carteira Nacional de Habilitação Estudantil e a concessão de bolsas para estudantes em vulnerabilidade social, no ensino superior; além de programas assistenciais, como o 'Auxílio Moradia' para mulheres vítimas de violência. Veja a íntegra do plano de governo Veneziano Vital do Rêgo (MDB) Veneziano Vital do Rêgo (MDB) na Sabatina CBN com pré-candidatos ao governo da Paraíba Wellington Faustino/TV Cabo Branco Número de páginas: 27 Resumo: As diretrizes do plano de governo de Veneziano Vital do Rêgo se baseiam em cinco eixos, que versam sobre Democracia; Segurança; Desenvolvimento econômico, Políticas públicas para minorias étnico-raciais, mulheres e juventude; Ciência e tecnologia; Desenvolvimento urbano (cidades); Agricultura; Turismo; Cultura; Gestão e Saúde Ambiental; Energias renováveis; Política de inclusão para idosos; Habitação; Saúde e Educação. Veja a íntegra do plano de governo Vídeos mais assistidos do g1 Paraíba

Expectativa é que sejam feitas 200 consultas de enfermagem para a promoção ginecológica no município. Curso de planejamento reprodutivo capacita dez profissionais da Atenção Básica em Santarém Agência Santarém/Divulgação Iniciou, nesta terça-feira (16), no laboratório do Centro Universitário da Amazônia (Unama) o curso de Consulta de Enfermagem Ginecológica com ênfase na saúde reprodutiva e nos métodos contraceptivos para enfermeiros da Atenção Básica em Santarém, oeste do Pará. A capacitação segue até o dia 26 de agosto. Compartilhe esta notícia no WhatsApp Compartilhe esta notícia no Telegram O curso também busca ampliar o acesso ao planejamento reprodutivo, ampliando a liberdade de escolha das mulheres e contribuindo para a redução das taxas de mortalidade materna e infantil, que tem associação direta com a gravidez indesejada. Cerca de dez profissionais da Semsa participaram do treinamento nesta terça. A partir desta quarta (17) o curso será realizado em três polos nas Unidades Básicas de Saúde da Família onde serão feitas as inserções do dispositivo intrauterino (DIU) com supervisão das preceptoras. Confira as unidades: Santo André; Área Verde; Conquista. "Hoje foi um momento histórico para a Atenção Primária do Município de Santarém. Esse curso vai qualificar os enfermeiros que atuam nas UBS na consulta de Enfermagem Ginecológica, com ênfase no Planejamento Reprodutivo, ajudando na redução do índice de gravidez indesejada e ocorrência de morte materna, fortalecendo desta forma a política pública de assistência integral à mulher", destacou a enfermeira Marli Sarmento, Referência Técnica em Saúde da Mulher da Semsa. Com uma linguagem diferente da técnica usada pelo médicos de forma geral, o profissional orienta as enfermeiras sobre o método contraceptivo Agência Santarém/Divulgação De acordo com o representante do Coren-PA, Horácio Bastos, o curso ajuda os profissionais ampliarem a consulta de enfermagem ginecológica e às mulheres o acesso aos métodos contraceptivos ofertados pelo Sistema Único de Saúde (SUS). "É com grande alegria que estamos apoiando esse projeto grandioso para o nosso estado. Santarém está sendo o primeiro município do estado do Pará a ser beneficiado, quem ganha são as usuárias do SUS que poderão em breve realizar o procedimento de inserção de DIU pela rede básica", ressaltou. Segundo o coordenador nacional de saúde da mulher do Cofen, Herdy Alves, o objetivo é garantir o direito da mulher por meio da capacitação dos profissionais. "Qualificar o cuidado de enfermagem no campo do planejamento familiar é o principal objetivo do curso. Ficaremos 15 dias em Santarém aprimorando as enfermeiras para a questão da saúde reprodutiva", disse. Para o coordenador o curso é importante para os profissionais. "A cooperação com o Coren, o Hospital Sofia Feldman e com a Prefeitura de Santarém foi essencial para que essa capacitação fosse possível. Então, Santarém só ganha com essas parcerias que vão proporcionar um cuidado qualificado e seguro para as mulheres", pontuou. A enfermeira Adriana Dias trabalha na UBSF Conquista participou do treinamento e destaca como foi a experiência. "Estou bastante animada com o curso, pois veio para enriquecer nosso conhecimento para podermos ajudar as mulheres no planejamento familiar com segurança e qualidade. Eu vou aproveitar bastante esse treinamento", enfatizou. O curso é promovido pela Prefeitura Municipal e realizado pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) em parceria com com o Conselho Federal de Enfermagem (Cofen), Conselho Regional de Enfermagem do Pará (Coren-PA) e o Hospital Sofia Feldman. VÍDEOS: Mais vistos do g1 Santarém e região
Entre as candidaturas questionadas estão as de Cesar Maia e Washington Reis para vice-governador; Daniel Silveira para o Senado e Anthony Garotinho para deputado federal. A Procuradoria Regional Eleitoral (PRE) no Rio de Janeiro, órgão do Ministério Público Federal à frente do MP Eleitoral, contestou nesta terça-feira (16), primeiro dia do período eleitoral, a candidatura de dez políticos do Rio. De acordo com o órgão, os registros devem ser indeferidos pela Justiça Eleitoral. A PRE-RJ propôs ao TRE ações contra três candidatos majoritários: Cesar Maia (PSDB, a vice-governador de Marcelo Freixo), Washington Reis (MDB, a vice-governador de Cláudio Castro) e Daniel Silveira (PTB, ao Senado). O primeiro balanço de ações de impugnação de registro de candidatura (AIRCs) da PRE nas eleições fluminenses cita ainda sete candidatos à Câmara dos Deputados: Ademir Melo (Podemos), Cesar Dorea (Solidariedade), Dedinho (PSD), Dica (União), Garotinho (União), Sandro Matos (Solidariedade) e Sargento Aquino do Papa (Solidariedade). A PRE propôs ações por motivos que afastam suas condições de elegibilidade nestas eleições. Para vice-governadores A PRE contestou os registros de Maia e de Reis ao TRE-RJ por terem sido condenados em processos por improbidade administrativa (Maia) e criminal (Reis) em decisões colegiadas. O ex-prefeito do Rio teve confirmada pelo Tribunal Regional Federal da 2a Região (7a Turma), em 2020, a sentença a ressarcir, com corréus, mais de R$ 4 milhões à União por irregularidades na gestão contratual de obras da Vila Pan-Americana – a suspensão dos direitos políticos (a cinco anos) é uma das penas fixadas na legislação. O ex-prefeito de Duque de Caxias foi condenado pelo Supremo Tribunal Federal (2a Turma do STF) por crimes contra a administração pública e o meio ambiente, ao provocar impactos na Reserva Biológica do Tinguá (dado o acórdão do STF de 10/5/2021, a condenação segue válida embora haja último recurso a ser julgado). Senado O deputado federal Daniel Silveira (PTB) teve sua candidatura contestada também por força de condenação por órgão colegiado. A PRE ressaltou ao TRE que o STF condenou Silveira a mais de oito anos de prisão e à perda do mandato por coação em processo; o STF ainda suspendeu seus direitos políticos. Para a procuradora regional eleitoral Neide Cardoso de Oliveira, o indulto dado a ele pelo presidente Jair Bolsonaro não altera isso. “O aludido decreto presidencial [do indulto] tem se sujeitado a muita controvérsia, no âmbito acadêmico e político. Entretanto, o que não é controverso, muito pelo contrário, e sedimentado pela jurisprudência pátria, não é de hoje, é que o indulto não alcança os efeitos secundários da pena ou extrapenais, fruto de decisão condenatória, no caso, do Supremo Tribunal Federal, por incitar a prática do crime de tentar impedir o livre exercício de qualquer dos poderes da União e coação no curso do processo”, afirma a procuradora regional eleitoral. Câmara dos Deputados Entre as primeiras ações, a PRE questionou os registros do ex-governador Anthony Garotinho (União) e de outros seis candidatos a deputado federal. No caso de Garotinho, o TRE-RJ o condenou a mais de 13 anos de prisão e multa por crimes para impedir investigações sobre uso ilícito de programa social (Operação Chequinho). O ex-prefeito de São João de Meriti Sandro Matos (SDD) e o ex-vereador de Barra Mansa Ademir Melo (Podemos) estão inelegíveis por condenações por Tribunais de Contas: Matos foi condenado pelo TCU por não comprovar a destinação de R$ 400 mil em recursos federais à gestão da saúde; e o TCE/RJ condenou Melo por receber remuneração acima do teto constitucional (TCE/RJ nº 217.521-5/2007). O ex-deputado estadual Dica (Jorge Moreira Theodoro, do União) está inelegível após condenação, na Justiça Estadual, por nomeação de “servidora fantasma” na Alerj beneficiada ainda pelo auxílio-educação. Para a PRE/RJ, o candidato Dedinho (PSD), ex-vereador em Nilópolis, teve condenação transitada em julgado (recursos já julgados nos tribunais superiores) em ação por improbidade administrativa – ele teve seus direitos políticos suspensos até maio de 2025 por ter participado da apreensão, fora de sua atribuição, de veículos da frota de uma empresa de ônibus. Cesar Dorea e Sargento Aquino do Papa (SDD, ambos) não prestaram contas à Justiça Eleitoral em 2018, não quitando as obrigações eleitorais para este ano e ficando inelegíveis.

Segundo a polícia, os veículos são roubados e, logo em seguida, são clonados, para depois serem vendidos. Sucatões e oficinas de São Luís são alvos de operação policial de combate a roubos e furtos de veículos Divulgação/Polícia Civil do Maranhão Na manhã de terça-feira(16), a Polícia Civil do Maranhão, com apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF), realizou uma operação de combate aos crimes de roubo e furto de veículos em São Luís. A operação teve como objetivo localizar e apreender veículos produtos de roubo, furto e apropriação indébita. A operação é fruto de uma investigação que começou a quase um ano, após a polícia apreender, em 2021, três veículos em posse de um receptador na região central da capital. Depois dessa apreensão, a investigação foi prosseguindo, e a polícia conseguiu identificar o local aonde havia o comércio desses carros roubados. “São veículos roubados, que logo em seguida são clonados, para depois serem vendidos com uma aparência lisa, mas que na verdade são veículos adulterados, para esconder o bloqueio de roubo nesses veículos”, explicou o delegado Rafael Almeida da Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos (DRFV). Um dos alvos da operação policial foi um endereço no bairro da Areinha, em São Luís, onde os policiais conseguiram apreender dois veículos: um Fiat Freemont, com restrição judicial, oriundo do Estado do Pernambuco; e um Fiat Uno com sinais identificadores adulterados. O dono do Uno foi localizado e conduzido para a delegacia, onde confessou ter adulterado alguns sinais identificadores do veículo. O homem foi ouvido e depois liberado, por não haver mais flagrante e nem mandado de prisão contra ele. Mas ele vai responder ao inquérito policial. Uma segunda pessoa também foi conduzida à DRFV e foi liberada. Durante a operação, a polícia foi em 12 pontos comerciais, entre sucatões e oficinas. “As oficinas e sucatas eram pontos fixos, onde a gente começou a identificar o grande volume de veículos que estavam nas ruas, muitos veículos de outros Estados, isso chamou nossa atenção e, por isso, que nós nos deslocamos para esses pontos. O objetivo não foi fiscalizar peças de veículo e sim veículos inteiros, que eram roubados e que, em seguida, são clonados. Nós não entramos na sucata pra fiscalizar motor, fiscalizar peça. Isso seria objeto de uma outra investigação para esse fim”, destacou o delegado da DRFV. Segundo as investigações, os criminosos se infiltram entre os comerciantes de carro no bairro da Areinha, para tentar se ocultar da ação policial. Mas a polícia afirma que já está identificando os suspeitos e vai continuar as fiscalizações na região. “A gente tem aqui no Estado receptadores desses veículos que, depois de receberem os veículos roubados, eles clonam o veículo. Então, nós temos dois tipos de crime, receptação e adulteração. Muitos desses veículos vêm de outros Estados, região Nordeste e Sudeste. Eles vêm para São Luís e são clonados ou já vêm clonados e são vendidos na Ilha”, explica Rafael Almeida. A Polícia Civil do Maranhão e a PRF vão continuar com as investigações.

Saiba mais sobre as regras para apresentar o documento. Prazo vai até o dia 30 de setembro. Prazo para declarar ITR termina em 30 de setembro Anna Lúcia Silva/g1 Começou nesta segunda-feira (15) o período para entrega da Declaração do Imposto Sobre a Propriedade Territorial Rural (ITR) de 2022. O prazo vai até as 23h59m do dia 30 de setembro. A contadora de Divinópolis, Clara Humbelina Fonseca, explica na reportagem que a declaração é obrigatória para pessoas físicas ou jurídicas que sejam proprietárias ou titulares de imóveis rurais. Segundo a contadora, as informações devem ser enviadas por meio do programa gerador da declaração do ITR, disponível no site da Receita Federal. A Dirt é o envio de informações cadastrais correspondentes a cada imóvel rural e o dono, para que seja possível o cálculo do imposto. "Qualquer pessoa, seja ela proprietária, titular que vive ou usa a terra ou que possui qualquer título do imóvel rural, mesmo que de posse temporária, deve fazer a declaração", explicou a contadora. Também deve fazer quem, até a data da apresentação, for condômino, ou seja, quando o imóvel pertencer a mais de um contribuinte em decorrência de contrato ou decisão judicial ou em função de doação recebida em comum, bem como se for um dos donos, quando o local pertencer a mais de uma pessoa. Em caso de herança, a declaração deve ser realizada pelo inventariante, enquanto a partilha ainda não foi feita, segundo a Receita Federal. É obrigado ainda quem, entre 1º de janeiro de 2021 e a data da apresentação da declaração, perdeu a posse do imóvel rural, o direito de propriedade pela transferência ou incorporação do imóvel rural ao patrimônio do expropriante em função de alienação ao Poder Público. Quem tem isenção? Assentamentos concedidos a partir de programa oficial de reforma agrária; O conjunto de imóveis rurais de um mesmo proprietário, titular do domínio útil ou possuidor a qualquer título, cuja área total em cada região observe o respectivo limite da pequena gleba rural; Áreas ocupadas por remanescentes de comunidades quilombolas que estejam sob a ocupação direta e sejam explorados, individual ou coletivamente, pelos membros dessas comunidades. Qual o prazo limite? Todos os anos a declaração deve ser realizada até o último dia útil do mês de setembro que, em 2022, será dia 30. Caso um contribuinte, que é obrigado por lei a entregar a declaração, a envie após o prazo, será cobrada Multa por Atraso na Entrega de Declaração (MAED). Como fazer a declaração? Para realizar a DITR o contribuinte deverá baixar o Programa Gerador da Declaração do ITR relativo ao exercício de 2022 (Programa ITR 2022) da Receita Federal, disponível on-line. Após preencher as informações solicitadas, basta acompanhar a situação da entrega. Pode retificar informações? Sim, caso após a apresentação da declaração o contribuinte perceber erros ou falta de informações, poderá enviar uma declaração retificadora, que substitui a original apresentada. No documento retificador, será necessário constar novamente todas as informações prestadas no primeiro documento, com as alterações e exclusões necessárias, bem como as informações adicionadas. Como funciona o pagamento? O valor do ITR pode ser pago em até quatro parcelas mensais, sendo que nenhuma pode ter valor inferior a R$ 50. O imposto de valor inferior a R$ 100 deve ser pago em parcela única. A primeira ou única parcela deve ser paga até o dia 30 de setembro, último dia do prazo para a apresentação da declaração. O pagamento do imposto pode ser feito por transferência bancária apenas nos bancos autorizados ou por meio de Documento de Arrecadação de Receitas Federais (DARF), em qualquer agência bancária que faz parte da rede arrecadadora de receitas federais. VÍDEOS: veja tudo sobre o Centro-Oeste de Minas

Candidato do Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado (PSTU) ao Governo do Estado apresentou o documento de 26 páginas ao TSE. Entre medidas estão o combate à desigualdade e a proteção do meio ambiente. Hertz Dias será candidato a governador do Maranhão pelo PSTU Matheus Soares/Grupo Mirante O candidato do Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado (PSTU) nas eleições para governador do Maranhão de 2022, Hertz Dias, apresentou o plano de governo ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Ao longo de 26 páginas, o documento elenca uma série de medidas que o candidato do PSTU pretende adotar, caso seja eleito governador em 2 de outubro. Consta, entre as propostas para o desenvolvimento do estado, a equivalência na distribuição das potencialidades econômicas e naturais do território maranhense, com a contribuição da população no combate à desigualdade. Veja, por área, algumas das propostas do candidato: Emprego O programa sinaliza que a concentração de riquezas, no Maranhão, impede a realização de políticas públicas de educação, saúde, trabalho, moradia, saneamento, cultura, direito à terra. Hertz Dias propõe o enfrentamento ao desemprego inclui com um grande plano de obras públicas para construir casas populares, saneamento básico, hospitais, escolas, creches, espaços culturais, estradas e meios de transporte público e de massa. Administração fiscal A proposta do candidato, quanto à gestão orçamentária, prevê modificações no regimento da dívida pública do estado. O programa menciona a ‘suspensão do pagamento da dívida pública estadual e uma ampla auditoria da dívida pública do Maranhão e de todos os empréstimos tomados pelos governos nos últimos anos.’ Veja também os planos de governo dos outros candidatos ao governo do Maranhão: Edvaldo Holanda Simplício Araújo Ainda em relação a administração orçamentária, o documento reforça a que sejam responsabilizados e punidos os administradores públicos e empresas envolvidas em atos de improbidade com o dinheiro público. Funcionalismo público Entre as propostas apresentadas, estão as medidas de valorização e requalificação do funcionalismo público no Maranhão. Além disso, o documento propõe: Concurso público para todas as áreas, respeito e atualização dos planos de carreira do funcionalismo estadual; Garantia dos pagamentos dos precatórios que os servidores têm direito; Aumento real de salário para servidores estaduais. Meio ambiente e agricultura O programa de governo de Hertz Dias apresenta como proposta o uso racional dos recursos naturais, o desenvolvimento de fontes limpas de energia, para garantir o respeito dos territórios e à natureza, além de ampliar a geração de energia elétrica com preservação ambiental. O candidato também propõe enfrentar o latifúndio agroexportador, combater a grilagem de terras, as milícias e a pistolagem, julgar e prender os assassinos e mandantes dos crimes, reforçando o apoio à retomada dos territórios por indígenas, quilombolas, quebradeiras de coco, pequenos agricultores e ribeirinhos. Já no setor de agricultura, o programa pretende realizar um ‘novo zoneamento agrícola e ecológico’ que possibilitará verificar quais as melhores áreas para produção de várias culturas no estado, seguindo as peculiaridades de cada região e, destaca também, a condenação do uso de agrotóxicos. Educação As medidas desenvolvidas para a educação, no documento, incluem a consolidação de um modelo de educação pública, gratuita e de qualidade para todos. O plano também reforça a defesa do aumento das verbas para a educação e acesso livre às universidades. Entre outras propostas para a educação estão: Investimentos públicos na Educação Pública, elevando para, no mínimo, 10% do PIB estadual; Realização de concurso público para professores e técnicos administrativos; Melhoria e cumprimento do Plano de Carreira para a categoria, garantia da formação continuada; Melhoria das condições de trabalho e na infraestrutura das escolas; Escolas em tempo integral; Eleições livres e democráticas para diretor de escolas com participação de pais, professores e alunos discutindo inclusive as regras do processo eleitoral. As propostas para a saúde, no programa de governo, incluem reformas no atual modelo de gestão dos serviços, com a priorização do aumento dos recursos no orçamento, prioridade de investimentos na saúde preventiva, garantia de água tratada e esgotamento sanitário para a população, programa de atendimento domiciliar com equipes multiprofissionais, a realização de concurso público para os profissionais da saúde e o respeito à jornada de 30 horas semanais. Habitação No programa de governo, as propostas para habitação reforçam a importância de manutenção da integridade do espaço urbano e da vegetação natural. Entre os pontos, estão: Zerar o déficit habitacional; Obras públicas para a construção de moradias; Construção de postos de saúde, escolas, avenidas e arruamento, saneamento básico; Desapropriação dos imóveis dos grandes proprietários que vivem da especulação imobiliária, com a ocupação desses imóveis por uma parte da população sem teto. Saneamento básico O partido apresenta uma alternativa, por meio do reforço nos investimentos da Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema), com um modelo de gestão estadual, capaz de garantir custo médio e assim assegurar uma tarifa para o usuário mais acessível. O PSTU também pretende reforçar a participação popular, atuando para a reestatização do sistema nos municípios onde foram privatizados, como em Paço do Lumiar e São José de Ribamar e Imperatriz (ainda em disputa judicial). Cultura Em relação a cultura, o programa sugere plena liberdade de criação cultural, destacando a importância do Estado para ‘estimular cada vez mais a criação, acesso e desenvolvimento das múltiplas expressões da cultura. O partido também prevê a implantação de uma política de valorização da cultura, de forma democrática e igualitária, garantindo orçamento e financiamento para as práticas culturais, espaços públicos permanentes para as apresentações e buscando o pleno funcionamento do Conselho Estadual de Cultura. O documento também reforça a necessidade de ampliar a noção de cultura para respeitar o modo de vida das comunidades e populações tradicionais, dando a eles capacidade de reprodução de sua existência, desde suas manifestações artísticas, até seu modo de sobrevivência material ameaçado pelas iniciativas de grandes projetos econômicos, que expulsam várias dessas comunidades. Direitos humanos O documento sugere, o enfrentamento à violência contra grupos historicamente marginalizados, a fim de combater o racismo, o machismo, a LGBTQIfobia e a violência contra os povos originários e a promulgação de legislações que garantam igualdade de oportunidade e direitos iguais, combatam a discriminação e a violência, legalizem o aborto, o casamento gay, criminalizem a LGBTfobia, punam o racismo, permitam maior representatividade nos espaços.” Entre as demais propostas, incluem-se: Política de combate ao racismo e de reparação ao povo negro ; Titulação das terras dos quilombolas, fim do latifúndio e do agronegócio; Descriminalização e legalização das drogas; desmilitarização da polícia militar; Fim de toda legislação repressiva e de criminalização contra os pobres, negros/negras, lutadores e lutadoras; Fim das perseguições às religiões de matriz africanas, fim da violência contra as mulheres negras, estupros, feminicídio; Aplicação e ampliação da Lei Maria da Penha; Centros de referência e casas abrigos para as vítimas e seus filhos em todas as cidades; Garantia da Lei estadual nº 844/06 que dispõe sobre penalidades aos que praticam discriminação em virtude da orientação sexual; Demarcação imediata das terras indígenas; Esporte e Lazer No documento, o partido reforça a criação de espaços para a prática de atividades físicas e esportivas e, a garantia, das manifestações artísticas. Além disso, prevê a construção de praças esportivas e teatro nas escolas públicas e com as mesmas abertas à comunidade, e concursos esportivos estudantis e amadoras assim como festivais artísticos como forma de tornar possível a descoberta de novos talentos. Turismo O programa apresenta uma proposta de preservação do patrimônio histórico e o meio ambiente, em paralelo à criação de um calendário anual de atividades culturais no estado, em oposição ao desrespeito às áreas de preservação ambiental, com investimentos públicos nas várias regiões para que se evite a privatização dos vários pontos turísticos no estado. O documento cita medidas com enfoque na defesa dos jovens e na preservação da integridade de moradores dos centros periféricos. Entre as propostas, constam: A descriminalização das drogas; Tratamento de narcodependentes com medidas de saúde pública, sem intervenção de forças policiais; Desmilitarização e o fim das polícias atuais, com a criação de outra polícia, com seus comandantes eleitos pela população; Democratização da Justiça; Prevenção social do crime e da violência; Punição exemplar aos grandes corruptos e corruptores; Fortalecimento dos Conselhos Comunitários de Segurança.

Candidaturas foram oficializadas de 7 até 15 de agosto na Justiça Eleitoral. Candidatos ao Governo do Pará nas Eleições 2022 Reprodução O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou os bens declarados pelos candidatos ao Governo do Pará que registraram sua candidatura de 7 a 15 de agosto. Os valores dos patrimônios informados vão de R$ 40 mil, de Cleber Rabelo (PSTU), a R$ 18,7 milhões, de Helder Barbalho (MDB). Dois candidatos não declararam bens. Ao todo, 9 candidaturas ao Governo do Pará foram registradas no TSE - veja lista. O g1 agora está no Telegram; clique aqui para receber notícias diretamente no seu celular. Veja abaixo qual foi o patrimônio informado por cada candidato: Adolfo Oliveira (PSOL) - R$ 491 mil O candidato do PSOL ao Governo do Pará, Adolfo Oliveira, declarou ter um patrimônio de R$491.000,00 milhões no registro de sua candidatura no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). É a primeira vez que Adolfo Oliveira disputa uma eleição, portanto esta é a primeira vez que ele declara bens ao órgão eleitoral. Nos dados de 2022, Adolfo declarou ser proprietário de um apartamento e um terreno, no valor de R$200 mil cada, e mais veículo. Candidata a vice na chapa com Adolfo, Vera Rodrigues declarou ao TSE ter um patrimônio de R$300.000,00. Seu bem de maior valor é uma casa de R$200.000,00. Há, ainda, uma loja no valor de R$100.000,00 Veja a lista completa de bens declarados por Adolfo e por Vera Cleber Rabelo (PSTU) - R$ 40 mil O candidato do Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado (PSTU) ao Governo do Pará, Cleber Rabelo, declarou patrimônio de R$40 mil no registro de candidatura junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O patrimônio dele era de R$13.500,00 em 2018, quando concorreu ao cargo de governador do Pará. Nos dados de 2022, Cleber Rabelo declarou apenas bens móveis no valor de R$40.000,00. Candidata a vice na chapa, Benedita do Amaral declarou ser proprietária de uma casa no valor de R$70.000,00. Veja a lista completa de bens declarados por Cleber e por Benedita Dr. Felipe (PRTB) - R$ 1,7 milhão O candidato do Partido Renovador Trabalhista Brasileiro (PRTB) ao Governo do Pará, Dr. Felipe, declarou patrimônio de R$1.720.422,89 no registro de candidatura junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). É a primeira vez que o médico cardiologista disputa uma eleição. Nos dados de 2022, Felipe declarou ser proprietário de bens imóveis totalizando R$1.214.258,00, entre outros patrimônios. Candidato a vice na chapa, Fernando Dourado não cadastrou bens a serem declarados. Veja a lista completa de bens declarados por Felipe e por Fernando Major Marcony (Solidariedade) - R$ 2,7 milhões O candidato do Partido Solidariedade ao Governo do Pará, Major Marcony, declarou patrimônio de R$2.771.291,72 no registro de candidatura junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O patrimônio dele era de R$926.161,83 em 2012, quando concorreu ao cargo de vereador de Ananindeua Nos dados de 2022, Marcony declarou ser dono de um apartamento no valor de R$1,2 milhão, entre outros bens. Candidato a vice na chapa, Nilo Rendeiro declarou patrimônio de R$3.313.611,10. Veja a lista completa de bens declarados por Marcony e por Nilo Helder Barbalho (MDB) - R$ 18 milhões O candidato do Movimento Democrático Brasileiro (MDB) ao Governo do Pará, Helder Barbalho , declarou patrimônio de R$18.751.269,33 no registro de candidatura junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O patrimônio dele era de R$3.204.906,59 em 2018, quando foi eleito governador do Pará. Nos dados de 2022, Helder diz ser proprietário de: uma casa no valor de R$ 1,5 milhão; de outros bens e direitos no valor de R$12,3 milhões, entre outros bens. Candidata a vice na chapa, Hana Ghassan (MDB) declarou patrimônio de R$1.288.017,12. Veja a lista completa de bens declarados por Helder e por Hana Paulo Roseira (Agir) - Nenhum bem cadastrado O candidato do Partido Agir ao Governo do Pará, Paulo Roseira, não declarou bens no registro de candidatura junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). É a primeira vez que ele concorre às eleições. Candidato a vice na chapa, Murilo Monteiro também não declarou bens ao TSE. Shirley Helena (PROS) - Nenhum bem cadastrado A candidata do Partido Republicano da Ordem Social (PROS) ao Governo do Pará, Shirley Helena, não declarou bens no registro de candidatura junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). É a primeira vez que ele concorre às eleições. Candidato a vice na chapa, Ricardo Cunha também não declarou bens ao TSE. Sofia Couto (PMB) - R$ 286,6 mil A candidata do Partido da Mulher Brasileira (PMB) ao Governo do Pará, Sofia Couto, declarou patrimônio de R$286.690,46 no registro de candidatura junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O patrimônio dela já era de R$286.690 em 2020, quando concorreu ao cargo de vereadora de Belém. Nos dados de 2022, Sofia declarou ser proprietária de um apartamento no valor de R$286.690,46. Candidato a vice na chapa, Luciano Nazareno declarou patrimônio de R$23.350,00. Veja a lista completa de bens declarados por Sofia e por Luciano Zequinha Marinho (PL) - R$ 2,2 milhões O candidato do Partido Liberal (PL) ao Governo do Pará, Zequinha Marinho, declarou patrimônio de R$2.261.665,20 no registro de candidatura junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O patrimônio dele era de R$603.069,60 em 2018, quando foi eleito senador pelo Pará. Nos dados de 2022, Zequinha declara que o bem mais valioso que possui é terreno no valor de R$1,25 milhão. Candidata a vice na chapa, Rosiane Eguchi declarou patrimônio de R$365.374,81. Veja a lista completa de bens declarados por Zequinha e por Rosiane Leia tudo sobre as Eleições 2022 no Pará

Segundo meteorologistas, fenômeno é provocado pelo sistema pré-frontal de uma frente fria que chega nesta quarta-feira (17) a regiões de SP; várias árvores também foram derrubadas. Ventania com chuva assusta moradores e derruba motos em Ourinhos Arquivo pessoal Os moradores de Ourinhos (SP) se assustaram na tarde desta terça-feira (16) com a chegada de um temporal marcado por uma ventania muito forte. Vídeos feitos por moradores do centro da cidade mostram a ventania levantando muita poeira e material acumulado em lixo, como pedaços de papel e outros materiais. A força foi tamanha que pelo menos sete motocicletas que estavam estacionadas foram derrubadas. (Veja no vídeo abaixo.) Ventania com chuva assusta moradores e derruba motos em Ourinhos Segundo meteorologistas consultados pelo g1, Ourinhos não possui uma estação meteorológica ativa dotada de anemômetro, instrumento que mede a direção e velocidade do vento. Mesmo assim, pelas imagens, os meteorologistas estimaram que os ventos chegaram a 55 km/h. De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), está vigente para a região de Ourinhos um aviso de tempestade, com ventos intensos e potencial de granizo, como resultado da formação de uma frente fria que avança pelo estado nesta semana. Chuva atingiu Ourinhos nesta terça-feira (16) Júlio Scotton/Arquivo pessoal A ventania desta terça-feira, segundo o Inmet, foi provocada pelo sistema pré-frontal da frente fria que chega nesta quarta-feira (17) às regiões centro, oeste e sul de SP. A Defesa Civil de Bauru emitiu alerta e confirmou a chegada de uma súbita mudança de tempo provocada por essa frente fria que se deslocará atingindo o centro-oeste paulista, com previsão de chuvas e ventos em rajada. A temperatura deve despencar ainda esta noite, segundo o alerta. Estragos Segundo a Secretaria de Serviços Urbanos de Ourinhos, foram recebidos 28 chamados para ocorrências provocadas pelo temporal. Dentre elas estão quedas de 16 árvores e galhos em diversos pontos. Ventania com chuva assusta moradores e derruba motos em Ourinhos Arquivo pessoal Uma dessas árvores fica na Rua Vereador Múcio Correa da Silva, no bairro Santa Fé. A queda da árvore interrompeu o fluxo de carros no local e foi necessário o trabalho de uma retroescavadeira para limpar a área. Outro ponto de ocorrência foi na Rua Cambará, cuja queda de galhos acabou ocupando parte da pista. O muro de uma casa localizada às margens da Rodovia Raposo Tavares caiu quase por completo. Na região, a estrutura de um outdoor também caiu. Confira mais notícias do centro-oeste paulista: Veja mais notícias da região no g1 Bauru e Marília.

Equipes relatam que moradores ficam desconfiados em receber os profissionais e responder os questionários. Coleta domiciliar do Censo 2022 começou em 1º de agosto. Equipes do IBGE encontram dificuldades para coletar dados no Acre Em campo desde 1º de agosto, os recenseadores do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) têm enfrentando algumas dificuldades para coleta domiciliar do Censo Demográfico 2022. O principal impasse que dificulta a aplicação dos questionários é a desconfiança dos moradores em receber os profissionais. LEIA TAMBÉM: Censo 2022: O que o IBGE quer saber? Quanto tempo dura a visita? Veja perguntas e respostas No AC, 200 mil domicílios devem ser visitados durante o Censo 2022 "Não são todas as pessoas que têm acesso à informação de que o IBGE e os recenseadores estão indo nas casas e, por conta disso, têm esse receio de serem enganadas, em receber uma pessoa com a índole duvidosa, mas estamos aqui para esclarecer todas as dúvidas", destacou a recenseadora Carolina Cabral. No Acre, cerca de 680 recenseadores estão nas ruas dos 22 municípios e devem visitar pelo menos 200 mil domicílios, em um período de três meses, ou seja, as ações seguem até o dia 31 de outubro. Dos profissionais que atuam no estado acreano, 324 estão apenas na capital acreana, Rio Branco. A população terá que responder a dois questionários diferentes, um básico e o de amostra que no caso é apenas para uma parcela da população do Acre, cerca de 10%. O levantamento do Censo 2022 realiza uma coleta de dados sobre a população brasileira e permite traçar um perfil socioeconômico do país, além de contar os habitantes do território nacional, identificar suas características e revelar como vivem os brasileiros. Dessa maneira, fica mais fácil, por exemplo, implementar políticas públicas. No AC, 200 mil domicílios devem ser visitados durante o Censo 2022 Alcinete Gadelha/g1 AC Ao contrário dos que se recusam a responder, a autônoma Diuhly Silva já sabia do Censo e entende a importância da pesquisa. "Perguntou como a gente estava, fez a pesquisa dela, quantas pessoas moravam [na casa], se a água era encanada ou não era", relembrou. Atualmente, a população estimada do Acre é de mais de 900 mil habitantes. O chefe da unidade estadual do IBGE no Acre, Marco Fábio Esteve, destacou a importância da compreensão dos moradores para que o processo ocorra bem. "É importante que a população receba o recenseador, que preste a informação para o Censo, que é de suma importância para o país. Não só para o país, é importante para a sociedade, academia e todos que utilizam de dados para formulação de pesquisa pública, estudo e todo tipo de prospecção de mercado. É de suma importância para tudo. Saiba como identificar recenseadores Reprodução/ IBGE Última contagem A última contagem da população brasileira foi em 2010. Por lei, o levantamento censitário deve ser realizado no país a cada dez anos e, portanto, deveria ter sido feito em 2020, mas foi adiado para o ano seguinte. Em 2021, o Censo sofreu novo adiamento, por falta de orçamento. Após determinação do Supremo Tribunal Federal (STF), o governo federal liberou os R$ 2,3 bilhões solicitados pelo IBGE. A edição de 2022 do Censo Demográfico traz algumas novidades. Pela primeira vez, os moradores de territórios quilombolas, além das aldeias indígenas, serão contabilizados. Segundo o IBGE, os primeiros resultados do Censo 2022 estão previstos para serem divulgados ainda no final deste ano. Outras análises e cruzamentos de dados serão divulgados ao longo de 2023 e 2024. Reveja os telejornais do Acre .

Um suspeito foi preso e outros dois são procurados pela Polícia Civil. Crime aconteceu na segunda-feira (15) em João Câmara. Um homem de 53 anos foi morto com golpes de enxada na cabeça durante um assalto que aconteceu à sua casa, na madrugada de segunda-feira (15), em João Câmara, no interior do RN. Segundo a Polícia Civil, um suspeito foi preso e outros dois foram identificados e são procurados pelos investigadores. Ainda de acordo com a corporação, três criminosos invadiram a casa de José Santana da Silva, de 53 anos, na comunidade de Matão dos Nunes, zona rural de João Câmara. A vítima era conhecida na região como Dão. Os autores do crime roubaram pertences da vítima e desferiram golpes de enxada contra a cabeça do homem. Os investigadores tratam o caso como latrocínio, que é o roubo com resultado de morte. Após o início das investigações, um homem de 21 anos foi preso em flagrante, na tarde de segunda-feira (15). Ele foi detido no bairro Bela Vista. Um botijão de gás foi apreendido com ele. Segundo a polícia, outros dois suspeitos foram identificados, mas que seguem foragidos. O homem preso foi encaminhado ao sistema prisional, onde permanecerá à disposição da Justiça. Giroflex Polícia Civil RN Cleto Filho/Polícia Civil Veja os vídeos mais assistidos no g1 RN

Aeroporto de Campinas recebeu ou despachou 30.875 toneladas pelo Terminal de Cargas no 7º mês de 2022, retração de 0,89% diante das 31.155 movimentadas no mesmo mês de 2021. Terminal de Cargas de Viracopos, o aeroporto de Campinas Aeroportos Brasil Viracopos O Aeroporto Internacional de Viracopos, de Campinas (SP), teve queda no volume movimentado pelo Terminal de Cargas em julho. A retração de 0,89% em relação ao mesmo mês de 2021, no entanto, não foi suficiente para interromper o aumento no acumulado do ano. O aeroporto vive um processo de relicitação e o governo federal sustenta que fará a nova concorrência ainda neste ano. No entanto, o edital está há cinco meses no Tribunal de Contas da União (TCU). Relicitação de Viracopos: entenda o que ainda falta para o aeroporto ter um novo leilão Nos primeiros sete meses de 2022, o terminal recebeu ou despachou 210.163 toneladas - volume acumulado 5% maior que no ano passado. Segundo a concessionária Aeroportos Brasil Viracopos, este foi o melhor resultado para movimentação de cargas desde o início da concessão, 2013. "Neste período, se destacaram, novamente, os setores farmacêutico, metalmecânico, químico, de tecnologia, automotivo e de vestuário. Hoje, Viracopos é o maior aeroporto em importação de carga do país, movimentando 40% de toda a carga aérea que chega ao Brasil", afirma a concessionária. Já nos 31 dias de julho, o aeroporto movimentou 30.875 toneladas, contra 31.155 toneladas no mesmo mês de 2021. Ainda que tenha ocorrido retração, o resultado de julho deste ano foi o quarto melhor de 2022. Passageiros Passageiros no Aeroporto de Viracopos, em Campinas Aeroportos Brasil Viracopos Já em relação ao número de passageiros, o mês de julho foi o mais movimentado desde o início da concessão. Embarcaram ou desembarcaram no terminal 1.058.194 pessoas. O recorde anterior havia sido registrado em maio também deste ano, com 1.018.456. Na comparação entre julho de 2021 e julho de 2022, a alta foi de 16,7%. No ano passado, foram 906.434 passageiros ante os 1.058.194 deste ano. Em meio ao recorde de passageiros, a Delegacia da Polícia Civil no Aeroporto Internacional de Viracopos registrou, no primeiro semestre de 2022, aumento de furtos de 65% de janeiro a junho, no comparativo com o mesmo período de 2021. Leia mais aqui. A relicitação O aeroporto encerrou 2021 com lucro líquido de R$ 276 milhões e registrou, pela primeira vez desde a concessão para a iniciativa privada, superávit financeiro em um exercício. A concessionária sempre reivindicou reequilíbrios no contrato de concessão por parte da Anac. De acordo com a empresa, a agência descumpriu itens que contribuíram para a perda de receita da estrutura. Em 2017, a concessionária manifestou pela primeira vez o interesse da devolver o aeroporto, mas emperrou na lei 13.448/2017, que regulamenta as relicitações de concessões aeroportuárias, ferroviárias e rodoviários do Brasil e só teve o decreto publicado em agosto de 2019. Por isso, apostou na recuperação judicial para solucionar a crise. A Aeroportos Brasil protocolou o pedido em 7 de maio de 2018 na 8ª Vara Cível de Campinas. Viracopos também foi o primeiro aeroporto do Brasil a pedir recuperação. Entre os pedidos de Viracopos, estavam o valor de reposição das cargas em perdimento - que entram no terminal e ficam paradas por algum motivo -, além da desapropriação de áreas para construção de empreendimentos imobiliários, um dos principais motivos apontados pela concessionária para a crise financeira, e um desacordo no preço da tarifa teca-teca, que é a valorização de cargas internacionais que chegam no aeroporto e vão para outros terminais. A Infraero detém 49% das ações de Viracopos. Os outros 51% são divididos entre a UTC Participações (48,12%), Triunfo Participações (48,12%) e Egis (3,76%), que formam a concessionária. Os investimentos realizados pela Infraero correspondem a R$ 777,3 milhões. VÍDEOS: destaques da região de Campinas Veja mais notícias da região no g1 Campinas

Estão disponíveis mais de mil vagas distribuídas em cursos em oito campi de Rondônia. Inscrições podem ser feitas até o dia 24 de agosto. Universidade Federal de Rondônia campus Porto Velho Ana Kézia Gomes/ G1 Foi publicado esta semana o edital do processo seletivo complementar da Universidade Federal de Rondônia (Unir) com mais de mil vagas para 41 cursos em oito campi de Rondônia. Para a seleção serão utilizadas as notas do ensino médio dos candidatos. Em Porto Velho estão disponíveis vagas ou cadastro reserva para os cursos de: Arqueologia, Biblioteconomia, Ciências Biológicas, Ciências Econômicas, Ciências Sociais, Computação, Educação Física, Geografia, História, Jornalismo, Letras/Português, Matemática, Pedagogia, Química e Teatro. Também estão disponíveis cursos em Ariquemes, Cacoal, Guajará-Mirim, Ji-Paraná, Presidente Médici, Rolim de Moura e Vilhena. As inscrições abrem no dia 19 de agosto e podem ser feitas até o dia 24 do mesmo mês na site da universidade. Todo o processo de seleção será feito de forma online. Confira o edital, lista de cursos e local de inscrições Os candidatos serão selecionados pela média das notas de Português e Matemática obtidas ao longo do ensino médio. As aulas estão previstas para iniciarem no dia 29 de agosto, no entanto, de acordo com a Unir, as chamadas para as matrículas serão feitas mesmo após o início das aulas.

Amanda Santos levava 3 passageiros quando foi morta; outro homem e uma mulher continuam foragidos. Motoristas realizaram novos protestos na tarde desta terça, na Av. Durval de Góes Monteiro e na BR-104. Amanda Santos, motorista por aplicativo assassinada em Maceió Arquivo pessoal A Polícia Civil e a Polícia Militar prenderam na tarde desta terça-feira (16) um homem pelo assassinato da motorista por aplicativo em Maceió, Amanda Pereira Santos, de 27 anos. O delegado-geral da Polícia Civil, Gustavo Xavier, informou ao g1 que o preso confessou o crime. Compartilhe no WhatsApp Compartilhe no Telegram Desde o início da manhã, motoristas por aplicativo fazem protestos em diferentes pontos da cidade para cobrar segurança. Após o sepultamento do corpo da vítima, a categoria realizou novos protestos, um em frente ao Cemitério Parque das Flores, na Av. Durval de Góes Monteiro, e outro na BR-104, no acesso ao Aeroporto Internacional Zumbi dos Palmares. Até as 18h, o trânsito nesses trechos continuava interditado. Motoristas fecham Av. Durval de Góes Monteiro em novo protesto após morte de motorista por aplicativo A motorista foi assassinada após aceitar fazer uma corrida saindo de Rio Largo com destino a Marechal Deodoro na segunda (15). De acordo com a Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP), Amanda levava três passageiros quando foi morta, mas somente um homem foi preso. Outro homem e uma mulher continuam foragidos. O homem preso confessou que estrangulou a vítima porque queria roubar o carro dela, mas o veículo foi abandonado em outro ponto da cidade. A versão bate com o laudo da perícia, que apontou morte por asfixia por estrangulamento, e com a investigação policial que apontou crime de latrocínio. Os criminosos a mataram e roubaram o estepe do veículo, o aparelho de som e uma quantia em dinheiro. Motorista por aplicativo é encontrada morta em Maceió De acordo o Instituto Médico Legal (IML), o corpo da jovem não apresentava evidência de abuso sexual, mas foram colhidos materiais biológicos e outros vestígios para exames posteriores. LEIA TAMBÉM: Casada há um ano, concurseira... quem era a motorista assassinada em Maceió O presidente da Associação dos Motoristas por Aplicativo do Estado de Alagoas (Ampaeal), Alex Félix, disse que orientou aos associados que não realizassem novos protestos, porque houve uma reunião com a cúpula da Segurança Pública que garantiu que seriam tomadas medidas para dar mais segurança à categoria. Segundo a polícia, acionada para os dois novos protestos realizados no final da tarde, os motoristas por aplicativo que estavam nos locais das interdições não estavam sabendo do resultado da reunião com a SSP. Motoristas por aplicativo realizam protesto na BR-104, nas proximidades do Aeroporto Zumbi dos Palmares Arquivo pessoal Assista aos vídeos mais recentes do g1 AL Veja mais notícias da região no g1 AL

As doses dos imunizantes estão disponíveis das 8h às 22h em vários postos de vacinação. vacinação, joão pessoa, paraíba, covid-19 Dayse Euzébio/Secom-JP O município de João Pessoa continua vacinando a população a partir dos três anos de idade contra a Covid-19, nesta quarta-feira (17). De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), as doses são ofertadas das 8h às 22h em vários pontos de vacinação. (Confira o horário de cada local no final do texto) Estão disponíveis as doses para crianças a partir dos três anos; além de segundas doses da Coronavac (28 dias após a primeira dose), Pfizer (60 dias), Astrazeneca (90 dias) e Janssen. Os imunizantes da Coronavac estão sendo ofertados em dez unidades de saúde de referência para quem está com a necessidade de tomar a segunda dose. A dose de reforço está disponível ao público com idade a partir dos 12 anos (120 dias após a segunda dose), imunossuprimidos (28 dias) e aos trabalhadores de saúde (120 dias). A quarta dose é destinada ao público com idade entre 30 e 39 anos, que tenha recebido a terceira dose há pelo menos 120 dias. Neste caso, é necessário fazer o agendamento, a partir das 19h desta terça-feira (16), por meio do aplicativo Vacina JP ou ainda no site. Pessoas com 40 anos ou mais, que já preencham as condições para tomar a quarta dose, não precisam agendar a aplicação do imunizante. O mesmo vale para os trabalhadores de saúde e os imunossuprimidos. Documentação Crianças de 3 a 11 anos precisam levar Cartão SUS ou CPF, além de um comprovante de residência de João Pessoa em nome dos seus responsáveis. Crianças que tenham comorbidades ou alguma deficiência deverão apresentar laudo ou declaração médica que comprove a doença. Para a segunda dose é necessário apresentar o cartão de vacinação e documento com foto. Para receber a primeira dose da vacina a partir dos 12 anos é necessário apresentar documento oficial com foto, Cartão SUS, CPF e comprovante de residência em João Pessoa. Já para a D2, D3 e D4 é obrigatório apresentar o cartão de vacinação e um documento pessoal com foto, além de comprovação documental para trabalhadores de saúde e laudo médico para imunossuprimidos. Locais de referência para a 2ª dose com o imunizante Coronavac nesta quarta-feira (17): Horários: 8h às 11h e das 12h às 16h Distrito Sanitário I USF Cruz das Armas I USF Verde Vida Distrito Sanitário II USF Mudança de Vida USF Estação Saúde Distrito Sanitário III USF Nova Aliança USF Rosa de Fátima Distrito Sanitário IV USF Alto do Céu Integrado USF Cordão Encarnado II Distrito Sanitário V USF Bancários USF Bessa Postos de vacinação para demais imunizantes: Crianças a partir dos 3 anos (com agendamento) 1ª dose: Coronavac Policlínicas (Mandacaru, Cristo, Mangabeira e das Praias) – 8h às 16h Mangabeira Shopping (pedestre) – 13h às 22h Crianças a partir dos 4 anos (sem agendamento) 1ª dose: Coronavac Policlínicas (Cristo, Mandacaru, Mangabeira e das Praias) – 8h às 16h Mangabeira Shopping (drive e pedestres) – 13h às 22h Crianças a partir dos 5 anos (sem agendamento) 1ª dose: Pfizer 2ª dose: Pfizer (60 dias) Policlínicas (Mandacaru, Cristo, Mangabeira e das Praias) – 8h às 16h Centro Municipal de Imunização (Torre)- 8h às 16h Crianças de 6 a 11 anos (sem agendamento) 1ª dose Coronavac 2ª dose: Coronavac (28 dias) Salas de vacinas nas USFs – 8h às 11h (Exceto as USFs Cidade Recreio, Cruz das Armas IV, Mandacaru VII, Mandacaru VIII, Ipês, Viver Bem, Alto do Mateus I, Vieira Diniz, Rangel I, Roger III, Alto do Céu II, Geisel III, Timbó I, Timbó II, Torre, Jardim Miramar I, Jardim Planalto e Tito Silva) Mangabeira Shopping (drive e pedestres) – 13h às 22h A partir de 12 anos (sem agendamento) 1ª dose: 12+ 2ª dose: Janssen, Coronavac (28 dias), Astrazeneca (90 dias) e Pfizer (60 dias) Dose de reforço: 12+ (após 120 dias da 2ª dose); imunossuprimidos (após 28 dias da 2ª dose); e trabalhadores de saúde (após 120 dias da 2ª dose) 4ª dose: imunossuprimidos (após 120 dias da 3ª dose) Salas de vacinas nas USFs – 8h às 11h (Exceto as USFs Cidade Recreio, Cruz das Armas IV, Mandacaru VII, Mandacaru VIII, Ipês, Viver Bem, Alto do Mateus I, Vieira Diniz, Rangel I, Roger III, Alto do Céu II, Geisel III, Timbó I, Timbó II, Torre, Jardim Miramar I, Jardim Planalto e Tito Silva) Mangabeira Shopping (drive e pedestres) – 13h às 22h A partir dos 30 anos e trabalhadores de saúde (após 120 dias da 3ª dose) 4ª dose: 30 – 39 anos (com agendamento) A partir dos 40 anos (sem agendamento) Trabalhadores de saúde (sem agendamento) Salas de vacinas nas USFs – 8h às 11h (Exceto as USFs Cidade Recreio, Cruz das Armas IV, Mandacaru VII, Mandacaru VIII, Ipês, Viver Bem, Alto do Mateus I, Vieira Diniz, Rangel I, Roger III, Alto do Céu II, Geisel III, Timbó I, Timbó II, Torre, Jardim Miramar I, Jardim Planalto e Tito Silva) Mangabeira Shopping (drive e pedestres) – 13h às 22h Vídeos mais assistidos do g1 Paraíba

Segundo Secretaria de Saúde, 835.660 pessoas foram infectadas desde início da pandemia. Outras 11.825 perderam a vida em Brasília. Linhagens da ômicron diminuíram tempo de incubação e início dos sintomas Getty Images via BBC O Distrito Federal registrou 145 novos casos conhecidos de Covid-19 e nenhuma morte, nesta terça-feira (16). O dado, no entanto, não significa que não ocorreram óbitos nesta data, mas, sim, que nenhum foi registrado pela Secretaria de Saúde. LEIA TAMBÉM: IMUNIZAÇÃO: veja onde se vacinar contra gripe e Covid até sexta-feira (19) no DF ESTUDO: mais de 30% dos pacientes de Covid-19 apresentam problemas neurológicos DECISÃO: STF valida lei que que prevê indenização a profissional de saúde que atuou no combate Covid-19 Desde o início da pandemia, 835.660 pessoas foram infectadas e 11.825 perderam a vida em Brasília. Entre os mortos, 10.800 moravam na capital federal e 1.025 vieram de outras regiões para buscar atendimento, principalmente do Entorno. A taxa de transmissão passou de 0,75 na segunda-feira (15), para 0,77. O número indica que cada 100 pessoas infectadas podem transmitir a doença para outras 77, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS). Quando o índice está abaixo de 1, significa que a propagação do vírus está em desaceleração. Taxa de transmissão da Covid-19 em agosto, no DF: 1º de agosto: 0,64 2 de agosto: 0,64 3 de agosto: 0,65 4 de agosto: 0,66 5 de agosto: 0,68 8 de agosto: 0,69 9 de agosto: 0,70 10 de agosto: 0,70 11 de agosto: 0,70 12 de agosto: 0,71 15 de agosto: 0,75 16 de agosto: 0,77 Leitos de UTI Leito de UTI no Hospital Regional de Samambaia, no Distrito Federal. Breno Esaki/Agência Saúde DF Até as 16h25 desta terça-feira (16), a taxa de ocupação nas unidades de terapia intensiva (UTIs) da rede pública, para tratar pacientes com Covid, estava em 27,27%. Do total de 26 leitos, 3 eram ocupados, 8 disponíveis e 15 bloqueados. Até as 11h55, a ocupação nos leitos de UTI na rede privada de saúde estava em 58,41%. Do total de 137 leitos, 67 estavam ocupados, 48 vagos e 22 bloqueados. Casos por região O Plano Piloto segue como a região com maior número de casos por Covid-19 no DF. Até esta terça-feira, 103.319 pessoas testaram positivo e 873 morreram por causa da doença. Em segundo lugar está Ceilândia, com 77.298 contaminações e 1.772 vidas perdidas. Veja abaixo os números de casos por região, registrados pela Secretaria de Saúde do DF nesta terça-feira: Números da Covid-19 por região do DF, em 16 de agosto de 2022 SES-DF/Reprodução Leia mais notícias sobre a região no g1 DF.

Vítimas de ocorrência em Canoinhas foram identificadas pela Polícia Civil. Um trator também se envolveu na colisão, mas o motorista teria deixado o local do acidente antes da chegada da polícia. Wilson da Silva, Helen da Silva, Jean Carlos Schicolski e Maiane Herbst Redes sociais/ Reprodução As cinco pessoas mortas após um acidente de trânsito na BR-280 em Canoinhas, no Norte catarinense, foram identificadas pela Polícia Civil nesta terça-feira (16). Em um dos carros, as vítimas eram um casal de jovens. No outro veículo, morreram uma mulher com o pai idoso e uma criança de 5 anos. O acidente aconteceu na noite de domingo (14). Compartilhe no WhatsApp Compartilhe no Telegram O casal Jean Carlos Schicolski, de 28 anos, e Maiane Herbst, de 22, havia sido identificado por familiares já na segunda-feira. Eles estavam no Citroen C4 preto com placas de Telêmaco Borba (PR). Uma terceira vítima, de 20 anos, que também estava no veículo, sofreu ferimentos graves e foi encaminhada a uma unidade de saúde. Não há atualização sobre o quadro de saúde dela. No outro carro, um C4 prata com placas de Joinville, morreram Helen da Silva, 42 anos, Wilson da Silva, 74, e Emanuelly Vitória Silva, de 5 anos. A menina era filha de Helen e neta de WIlson. A família era natural do Paraná, mas morava em Joinville. A mãe estava em parada cardiorrespiratória, fora do veículo, quando foi atendida pelos bombeiros e levada para internação. Ela morreu no Hospital Municipal Bom Jesus, em Irineópolis. Outros dois passageiros do carro, o motorista e uma criança, precisaram ser encaminhados a hospitais da região. O acidente aconteceu por volta das 19h40, na BR-280. Segundo o relatório da Polícia Rodoviária Federal (PRF), um trator também se envolveu na colisão, mas o motorista do automóvel teria deixado o local do acidente antes da chegada da polícia. Leia também: Sobe para 5 o número de mortos em acidente no Norte de SC; casal é identificado Acidente mata três adultos e uma criança em SC; outras 4 pessoas ficam gravemente feridas VÍDEOS: Mais assistidos do g1 SC nos últimos 7 dias Veja mais notícias do estado em g1 SC

As drogas foram enviadas pela companheira de um dos presos da unidade. A mulher foi suspensa do rol de visitas da SAP e o detento foi encaminhado à cela disciplinar. Os entorpecentes estavam escondidos na costura de uma bermuda. Divulgação/SAP Policiais penais apreenderam nesta terça-feira (16) mais de 500 micropontos de LSD na Penitenciária 2 em Potim. As drogas sintéticas pesavam sete gramas e estavam escondidas na costura de uma bermuda, próxima a região da cintura. De acordo com a Secretaria da Administração Penitenciária (SAP), os entorpecentes foram encontrados em uma correspondência enviada pela companheira de um dos presos da unidade. Os agentes acharam as drogas durante o procedimento de inspeção dos itens enviados por familiares aos detentos. A direção do presídio encaminhou o detento envolvido no caso para o regime disciplinar, além de registrar boletim de ocorrência no DP de Potim . A companheira que enviou a correspondência foi suspensa do rol de visitas da SAP. Foram apreendidas 7 gramas de LSD durante inspeção de itens enviados por familiares aos detentos da P2. Divulgação/SAP Veja mais notícias do Vale do Paraíba e região bragantina

Podcast conta as últimas notícias sobre a corrida eleitoral de maneira rápida e simples. Você pode ouvir o Resumão eleições no g1, no Globoplay, na playlist Caminho Diário, do Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer ou no aplicativo de sua preferência. Siga o Resumão Diário no seu agregador de áudio favorito para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar. Os candidatos para presidente mais bem colocados nas pesquisas foram para às ruas no primeiro dia da campanha eleitoral. A posse do ministro Alexandre de Moraes no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) movimentou a agenda dos candidatos. Após liberação do TSE, o governo federal vai poder exibir uma campanha de prevenção para a varíola dos macacos no rádio e na TV. E os números do Ipec na corrida pela presidência da República. Produzido pela equipe de podcasts do g1, o Resumão eleições é apresentado por Nayara Fernandes. Podcast Resumão Comunicação/Globo

Casos sob investigação estão espalhados em 10 cidades. Estado teve apenas um caso confirmado, em Nazaré. Sobe para 43 o número de casos suspeitos da varíola dos macacos no Tocantins Os casos suspeitos de varíola dos macacos no Tocantins subiu para 43. Segundo a Secretaria de Saúde, são 30 casos a mais em relação a semana passada, quando 13 pessoas estavam sob em investigação. Um único caso confirmado é de Nazaré, na região do Bico do Papagaio. Os casos suspeitos estão em 10 cidades. São elas: Palmas: 25 Gurupi: 4 Araguaína: 3 Porto Nacional:3 Colinas do Tocantins: 3 Miranorte: 2 Paraíso do Tocantins: 1 Cristalândia: 1 Lagoa da Confusão: 1 Palmeiras do Tocantins: 1 Palmas tem a maioria de casos em investigação. Todos são monitorados pela Secretaria Municipal de Saúde e aguardam resultado dos exames enviados para laboratório de Minas Gerais. "A partir do momento em que um caso suspeito chega até a unidade de saúde e passa por uma avaliação médica, esse caso entra na notificação de dados [...] e esse acompanhamento é feito de forma diária via contato telefônico com o paciente", explicou Nadja Figueiredo, coordenadora geral da vigilância em saúde de Palmas. Leia também: Varíola dos macacos: veja lista de sintomas e como se proteger Entenda o avanço dos casos da varíola dos macacos pelo mundo Um paciente do estado de Goiás que passava férias no Tocantins foi diagnosticado com a varíola dos macacos, mas a notificação foi contabilizada em Goiânia. Entre os sintomas da doença, o que chama mais atenção são as lesões na pele. De acordo com o plano nacional de contingência, a orientação é procurar um postinho de saúde perto de casa. Células com a varíola dos macacos Imagem de arquivo - JN Veja mais notícias da região no g1 Tocantins.